Leia também:
X Avião com corregedor da Câmara faz pouso forçado

Bolsonaro vai dar continuidade ao Bolsa Família até 2022

Presidente disse que "está proibido falar a palavra Renda Brasil"

Rafael Ramos - 15/09/2020 10h41 | atualizado em 15/09/2020 11h44

Presidente decidiu pela permanência do Bolsa Família Foto: PR/Marcos Corrêa

O presidente Jair Bolsonaro determinou que o programa Bolsa Família continuará em vigor. Dessa forma, ele disse que está proibido se falar em Renda Brasil, que seria um substituto do antigo programa de assistência social.

– E a última coisa, para encerrar: até 2022, no meu governo, está proibido falar a palavra Renda Brasil. Vamos continuar com o Bolsa Família e ponto final.

A princípio, a intenção era aproveitar a experiência do auxílio emergencial para criar um programa que aumentasse o valor do benefício do Bolsa Família. No entanto, a equipe econômica do governo não conseguiu chegar a um acordo sobre os cortes em gastos do governo que deveriam ser feitos para financiar o novo programa.

– Congelar aposentadorias, cortar auxílio para idosos e pobres com deficiência, um devaneio de alguém que está…

Posted by Jair Messias Bolsonaro on Tuesday, September 15, 2020

Em um vídeo publicado em suas redes sociais, o presidente desmentiu matérias de alguns veículos, como O Globo e Estadão, de que o governo pretendia cortar benefícios, como aposentadoria, para financiar o Renda Família. Bolsonaro afirmou que “congelar aposentadorias, cortar auxílio para idosos e pobres com deficiência é um devaneio de alguém que está desconectado com a realidade”.

Leia também1 Bolsonaro decide que Pazuello será o ministro efetivo da Saúde
2 Patriota diz que Doutor Bumbum não será candidato a vereador
3 Damares quer vetar o filme Cuties: "Não neste país, Netflix"
4 Hang rebate Sheherazade e diz a ela que tente emprego em Cuba
5 Wilson Witzel é denunciado por organização criminosa

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.