Leia também:
X Bolsonaro aponta que Lula quer modelo chinês com ‘fim da CLT’

Bolsonaro: Preço do botijão vai cair pela metade, se Deus quiser

Presidente deu declarações nesta quarta-feira, em Roraima

Pleno.News - 29/09/2021 16h07 | atualizado em 29/09/2021 20h32

Presidente Jair Bolsonaro Foto: Alan Santos/PR

Nesta quarta-feira (29), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que o preço do gás de cozinha poderá cair pela metade. Ele também voltou a defender a redução de impostos vinculados ao produto como solução para queda nos valores.

Segundo Bolsonaro, o preço do botijão de gás poderia cair pela metade se os impostos fossem zerados.

– Com a venda direta, ele vai cair a metade do preço. Não justifica, na origem, custar R$ 50 e, na ponta da linha, custar R$ 130. Esse preço vai cair pela metade, pode ter certeza, se Deus quiser – avaliou.

O presidente deu declarações durante sua visita a Boa Vista, em Roraima. A agenda fez parte da comemoração de mil dias do governo Bolsonaro.

Na ocasião, o chefe do Executivo celebrou ainda a decisão do governador de Roraima, Antônio Denarium (PP), de reduzir o valor do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) no estado. Denarium sancionou uma lei estadual que reduz a alíquota do tributo sobre o gás de cozinha de 17% para 12%.

– No início do ano, zerei os impostos federais no gás de cozinha. A mesma coisa vem fazendo o nosso governador Wilson Lima, do Amazonas. O preço do gás onde é engarrafado no botijão de 13kg está na casa dos R$ 50. Não justifica, na ponta da linha, estar custando em média R$ 130 – disse Bolsonaro.

Leia também1 Bolsonaro aponta que Lula quer modelo chinês com 'fim da CLT'
2 Bolsonaro e PT vão ter acesso a provas do inquérito de fake news
3 TSE dá prazo de 10 dias em ação que ameaça chapa de Bolsonaro
4 Youtuber diz que perdeu 32 mil seguidores por apoiar Bolsonaro
5 STF decide como o presidente Jair Bolsonaro deverá depor

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.