Leia também:
X Maia escolhe Freixo e PT para analisar pacote anticrime

Bolsonaro entrega reforma de militares ao Congresso

Proposta prevê uma economia de R$ 10,45 bilhões em 10 anos

Henrique Gimenes - 20/03/2019 17h36 | atualizado em 20/03/2019 17h56

Presidente Jair Bolsonaro Foto: Alan Santos/PR

Nesta quarta-feira (20), o presidente Jair Bolsonaro entregou a proposta que altera as regras de aposentadoria de militares ao Congresso Nacional. Ele foi acompanhado dos ministros da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, da Economia, Paulo Guedes e da Defesa, Fernando Azevedo e Silva.

Após entregar o projeto ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), Bolsonaro fez um breve discurso e pediu aos parlamentares que analisem a proposta com celeridade.

– Humildemente faço um apelo a todos vocês. (…) Eu peço celeridade, sem atropelo, para que essas propostas, essa e a outra, no máximo no meio do ano, cheguem a um ponto final e nós possamos sinalizar que o Brasil está mudando – explicou.

Além de alterações nas regras de aposentadoria, a proposta apresenta ainda uma reestruturação das carreiras das Forças Armadas. De acordo com o governo, o impacto previsto em 10 anos com as mudanças é de uma economia de R$ 10,45 bilhões. Já em 20 anos, o total economizado deve chegar a R$ 33,65 bilhões.

Entre as mudanças estão:

  • Tempo mínimo para se aposentar passa dos atuais 30 para 35 anos;
  • Aumento nas alíquotas de contribuição para 10,5%;
  • Redução nas categorias de dependentes;
  • Redução no efetivo das Forças Armadas.

A apresentação do governo pode ser vista aqui.

Leia também1 Mourão diz que se equivocou sobre reforma de militares
2 Reforma da Previdência tem 149 votos, aponta pesquisa

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.