Leia também:
X Brasileiros criam grupo nos EUA para revolucionar mercado

Americanas entra com pedido de recuperação judicial nos EUA

A empresa tem débitos no valor de R$ 41,2 bilhões

Leiliane Lopes - 25/01/2023 19h18 | atualizado em 26/01/2023 10h29

Unidade das Lojas Americanas localizada na Rua Uruguaiana Foto: Adriano Ishibashi/Zimel Press/Agencia O Globo

A rede varejista Americanas entrou com pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos e comunicou às autoridades daquele país que a Justiça brasileira já concedeu a suspensão de pagamentos a credores.

A empresa agora espera receber a mesma decisão nos Estados Unidos, onde também tem credores.

Na lista de empresas com as quais as Americanas possui débitos constam Google, Apple, Facebook, Nestlé, Mondelez, Neugebauer, Hershey, Samsung, Semp, LG, Lenovo, Dell, Bradesco, Deutsche Bank, BTG Pactual, Itaú Unibanco, Banco do Brasil, Safra, Santander, Votorantim, Caixa Econômica, entre outras.

Ao todo, as Americanas devem R$ 41,2 bilhões, um montante que só foi descoberto com a mudança de gerenciamento, quando o então presidente Sérgio Rial revelou um rombo de R$ 20 bilhões no caixa da empresa.

Leia também1 Temer refuta Lula após ataques do petista: "Golpe de sorte"
2 Luis Lacalle Pou estraga a festa da esquerda autoritária na Celac
3 Jeremy Renner sofreu acidente quando tentava salvar sobrinho
4 Seu Jorge precisa convencer juiz que nome de filho não é ridículo
5 Carlos Jordy confirma ser pré-candidato a prefeito de Niterói

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.