Leia também:
X Governo quer acelerar votação da PEC dos benefícios na Câmara

Ações do Magazine Luiza têm redução de 91% em 20 meses

Queda influenciou na saída de Luiza Trajano, proprietária da varejista, da lista de bilionários da Forbes

Paulo Moura - 01/07/2022 16h00 | atualizado em 02/07/2022 11h49

Magazine Luiza teve queda de mais de 90% nas ações, em 20 meses Foto: Reprodução/Google Maps

Acompanhando uma tendência de queda que já se estende por quase dois anos, as ações do Magazine Luiza fecharam o mês de junho deste ano com um recuo de mais de 30%. Ao longo dos últimos 20 meses, a diminuição do preço dos papéis da varejista chega a mais de 91%.

Em novembro de 2020, quando as ações da empresa atingiram a maior cotação, os papéis valiam R$ 27,34. Já nesta quinta-feira (30), o valor de cada ação era R$ 2,34, representando uma queda de 91,4%. No mês de junho deste ano, os papéis do Magalu apresentaram uma redução de 36,7%, com a cotação do dia 1° em R$ 3,71 e do dia 30 em R$ 2,34.

A queda nas ações do Magalu influenciaram negativamente na fortuna de sua proprietária, Luiza Trajano, que saiu da lista de bilionários da Forbes. O patrimônio da empresária registra redução desde julho de 2021, quando atingiu 5,6 bilhões de dólares (R$ 28,6 bilhões). Atualmente, Luiza possui cerca de 17% das ações da empresa. Ela passou o cargo de CEO para o filho Frederico Trajano.

Leia também1 Jogador de futebol é esfaqueado durante discussão
2 Frente Evangélica quer lançar Marco Feliciano ao Senado
3 Bolsonaro: “Estão gostando da baixa dos combustíveis?”
4 STF: Rosa Weber dá 10 dias para Bolsonaro explicar teto do ICMS
5 Edson Fachin manda governo explicar "cartilha sobre aborto"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.