Leia também:
X SP mantém garantia de água, luz e gás para inadimplentes

Auxílio: 1ª parcela ainda pode ser paga semana que vem

Caixa ainda está avaliando cadastros de beneficiários

Pleno.News - 03/06/2020 17h46 | atualizado em 03/06/2020 17h53

Caixa ainda fará pagamentos da primeira parcela Foto: Reprodução

A Caixa Econômica Federal deverá iniciar, na semana que vem, o pagamento de mais um lote da primeira parcela do auxílio emergencial de R$ 600 a milhões de trabalhadores.

O benefício é pago a informais, MEIs (microempreendedores individuais), contribuintes individuais do INSS, inscritos no CadÚnico e beneficiários do Bolsa Família durante a pandemia do coronavírus para garantir renda a famílias com dificuldades econômicas.

Ao todo, 11,1 milhões de cidadãos esperam resposta do governo ao pedido para ter a grana. Deste total, segundo dados apresentados pelo presidente da Caixa, Pedro Guimarães, nesta quarta-feira (3), 5,8 milhões estão em primeira análise e 5,3 milhões estão em reanálise por parte da Dataprev (empresa de tecnologia do governo) e do Ministério da Cidadania.

– Assim que recebermos a resposta sobre estes 11 milhões, em dois dias, nós iniciamos o pagamento. A expectativa é que, na semana que vem, nós tenhamos um lote relativamente grande vindo da Dataprev e do Ministério da Cidadania – afirmou Guimarães.

Segundo ele, será definida uma estratégia de pagamento, dependendo do número de cidadãos com direito de receber. A preocupação é evitar filas e aglomerações. Com isso, a Caixa poderá divulgar um novo calendário, específico para este lote.

O presidente da Caixa lembrou ainda que, quem tiver o direito ao benefício, receberá três parcelas de R$ 600 ou de R$ 1.200, valor pago para mães chefes de família, independentemente da data em que seu cadastro for aprovado.

– Ser aprovado após a maioria ter recebido a primeira parcela não significa que se perdeu a primeira parcela. Todas as pessoas que forem aprovadas terão o direito às três parcelas – disse.

Em nota, a Dataprev afirmou que os pedidos feitos no mês de maio estão em processamento. Segundo a empresa de tecnologia, “as equipes trabalham intensamente para finalizar o serviço até o final desta semana. Os resultados serão informados após homologação pelas equipes técnicas do Ministério da Cidadania e Dataprev”.

*Folhapress

Leia também1 Jair Bolsonaro quer estender auxílio por mais três meses
2 Quem ficar desempregado até 3 de julho pode pedir o auxílio
3 Auxílio emergencial: Saiba como consultar seu pedido
4 Auxílio: 26 milhões de pessoas podem receber 2ª parcela
5 Pesquisadores defendem taxar ricos para estender auxílio

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.