Omeprazol dobra chances de desenvolver câncer? Entenda!

Ministério da Saúde esclareceu boatos sobre a medicação

Pleno.News - 31/05/2019 17h16

Omeprazol é usado para tratar problemas estomacais

A foto abaixo tem circulado na redes sociais e no WhatsApp junto com um texto alarmante. Ele afirma que uma pesquisa apontou que o remédio omeprazol, indicado para tratar problemas estomacais, dobra as chances de desenvolver câncer no estômago. O Ministério da Saúde precisou intervir e comunicou que a imagem e a mensagem são falsas.

– A afirmação de que remédio para gastrite, úlcera e refluxo dobra o risco de câncer implica uma relação de causa e efeito. Entretanto, o estudo citado encontrou apenas uma correlação, não permitindo identificar se o omeprazol (ou similares) foi realmente a causa do aumento da doença. O estudo apenas relata que quem tomou o remédio teve mais câncer de estômago do que os que não tomaram – diz o comunicado oficial.

Além disso, o estudo não informou que tipo de paciente participou da pesquisa, o que pode gerar uma má interpretação dos resultados. O Ministério da Saúde também esclareceu que as pessoas que costumam fazer o uso do omeprazol, tomam a medicação para tratar infecções gástricas por H. Pylori ou de refluxo gástrico esofágico, fatores de risco para um câncer gástrico.

Os asiáticos, por exemplo, são os que mais têm esse tipo de câncer. Os fatores obesidade, tabagismo, etilismo, estado socioeconômico e histórico familiar são o que mais elevam o risco de desenvolver a doença para eles. Entretanto, essas razões não foram examinadas na pesquisa.

– Esse estudo não permite estabelecer uma relação de causa e efeito entre os omeprazol (ou similares) e o câncer gástrico – finalizou o ministério.

LEIA TAMBÉM+ Foto dos protestos divulgada por jornalista é montagem
+ Marcelo Bretas não pediu "fora Maia" nas redes sociais
+ Instituição desmente notícia sobre cancelamento de cursos


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo