CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Fake! Senador Cid Gomes não morreu baleado em protesto

Menino que sofreu bullying não é um rapaz de 18 anos

Vídeo em que Quaden Bayles pede para morrer viralizou na internet

Rafael Ramos - 22/02/2020 15h03 | atualizado em 22/02/2020 15h04

Quaden Bayles, de 9 anos, sofria bullying na escola Foto: Reprodução

O vídeo do pequeno Quaden Bayles pedindo para morrer por não aguentar o bullying que sofre na escola gerou uma grande comoção nas redes sociais. Até mesmos famosos como o ator Hugh Jackman e o humorista Brad Williams enviaram mensagens de apoio ao estudante.

Entretanto, da mesma forma que a história comovente ganhou força na web, também surgiram publicações que apontavam que Quaden não tem 9 anos, mas é um rapaz de 18 a fim de ganhar uma grana fácil.

View this post on Instagram

O menino Quaden Bayles, de apenas 9 anos, foi filmado pela mãe, Yarraka Bayles, enquanto chorava após ter sofrido bullying na escola. "Me dê uma corda, eu quero me matar. Eu só quero me esfaquear no coração, quero que alguém me mate", disse o garoto. A publicação da mãe dele serviu de alerta e trouxe de volta debates contra o bullying. (Vídeo: Reprodução/Yarraka Bayles) Saiba mais em nosso site #PlenoNews #QuadenBayles #YarrakaBayles #bullying #Austrália

A post shared by Pleno.News (@plenonews) on

 

Segundo o portal E-farsas, em 2015, a mãe de Quaden deu uma entrevista a uma TV australiana e disse que ele tinha 4 anos na época. Já no site da agência StarNow, ele é apresentado como um garoto de 8 anos.

A confusão com a idade real do menino surgiu depois que publicaram uma foto de uma festa de aniversário de 18 anos. Apesar de muita gente achar que fosse de Quaden, a mãe do menino fez questão de explicar que era de um amigo da família

Leia também1 Menino disse que queria se matar após sofrer bullying
2 Ator de X-Men faz vídeo para menino vítima de bullying
3 Comediante arrecada quase R$ 1 mi para Quaden Bayles
4 Ministra Damares revela caso de criança que tentou suicídio

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo