É mentira que vírus HIV foi achado em garrafas de Pepsi

Boato circula desde 2011 e já foi desmentido por diversos países

Pleno.News - 18/06/2019 14h31

Refrigerante Pepsi Foto: Reprodução

Um boato dá conta de que o refrigerante Pepsi foi retirado de circulação após o vírus HIV, que transmite a Aids, ter sido encontrado em garrafas do produto. A informação se espalhou na internet, mas trata-se de mais uma fake news. A questão já foi desmentida nos Estados Unidos, no Reino Unido e em Singapura.

– Não há nenhuma interdição ou suspensão recente de produtos da Pepsi no Brasil. Não houve nenhum caso de desvio de qualidade de refrigerantes nos anos recentes – afirmou a Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Fake news sobe o refrigerante Pepsi Foto: Reprodução

Em sua versão original, o texto está em inglês e acompanha na legenda o nome do portal de notícias Sky News. Porém, o site nunca compartilhou tal informação. Agências americanas e inglesas também negaram que o caso tenha sido registrado.

VÍRUS
O vírus HIV não consegue sobreviver fora do corpo por muito tempo. Dessa forma, é impossível que a doença seja transmitida através de comida ou bebida. O vírus da Aids só pode ser transmitido através de relações sexuais sem proteção, transfusão de sangue, materiais que cortam ou perfuram a pele e por meio da gravidez e amamentação, caso a mãe seja portadora do vírus.

LEIA TAMBÉM+ Alerta! Bebê quase morre após contrair herpes por beijo
+ É fake que furar os dedos com agulha salva de AVC. Entenda
+ Omeprazol dobra chances de desenvolver câncer? Entenda!


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo