CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Huck foi demitido da Globo por querer ser presidente?

É falso que clamor de mulher salvou passageiros de avião

Boato diz que mulher impediu aeronave de decolar

Henrique Gimenes - 02/10/2019 20h09 | atualizado em 03/10/2019 12h23

Avião que pegou fogo não é o mesmo em que a mulher gritou Jesus Foto: Reprodução

Nesta semana, uma nova notícia falsa começou a circular pelas redes sociais envolvendo um “milagre”. Desta vez, o boato, acompanhado de vídeos, diz que uma mulher “foi tocada pelo poder do Espírito Santo” e começou a gritar Jesus dentro da aeronave.

De acordo com a fake news, por causa disso, o voo atrasou cerca de duas, o que foi suficiente para o piloto descobrir que o avião tinha um problema. De acordo com a notícia, o piloto então diz todos os passageiros poderiam morrer se mulher não tivesse atrasado a partida.

O boato vem acompanhado de dois vídeos, um que mostra uma mulher gritando Jesus e outro com a aeronave pegando fogo.

Apesar de os vídeos serem verdadeiros, eles não estão relacionados.

O incidente com a mulher gritando aconteceu em um voo que saia das Ilhas Cayman com destino à Jamaica em 2017, e não de um voo da Jamaica para Dubai, como diz a notícia falsa. Além disso, o atraso foi de cerca de 70 minutos e não de duas horas.

Já o vídeo com o avião pegando fogo é de 2016 e aconteceu no Aeroporto de Chigado, nos Estados Unidos. O fogo começou durante a decolagem e não deixou nenhum passageiro ferido.

Veja o boato:
Eles tiveram que tirar a mulher do avião. Uma mulher foi tocada pelo poder do Espírito Santo nesta manhã, logo após embarcar no avião, partindo para a Jamaica em Dubai. Ela continuou pulando e gritando: “Jesus! Jesus! Jesus! O vôo atrasou 2 horas e eles tiveram que tirar a dama do avião.

Logo depois, o capitão do vôo notou que o avião estava com um sério problema de motor, pois estavam taxiando para a decolagem. O capitão recebeu as informações da tripulação, que notou fumaça e faíscas elétricas em um dos motores. O capitão mais tarde admitiu que, se a mulher não os sustentasse com seu comportamento, eles poderiam ter voado com um motor defeituoso, que ia desligar óbvio no ar e / ou talvez explodir, causando a queda.

“Creio que a mulher foi enviada por Deus para nos salvar deste terrível desastre.” Essas foram as próprias palavras do capitão. Obrigado Senhor! A vida de seus filhos é importante para você e é você quem decide o fim de sua missão na terra. Deus salvou a tripulação e todos os passageiros por causa da obediência de uma mulher! Aleluia! Nosso Deus é verdadeiramente o piloto de nossas vidas!

Leia também1 Huck foi demitido da Globo por querer ser presidente?
2 Fotos de lixo no Rock in Rio não são da edição deste ano

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo