CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Menino que sofreu bullying não é um rapaz de 18 anos

É falso que chá de erva-doce previne o coronavírus

Corrente que circula nas redes afirma que o chá teria a mesma substância de medicamento usado contra o H1N1

Paulo Moura - 27/02/2020 10h47 | atualizado em 27/02/2020 12h06

Após o Ministério da Saúde confirmar o primeiro caso de coronavírus no país, diversas mensagens com receitas ditas “milagrosas” contra a doença começaram a circular nas redes sociais. Uma das publicações mais compartilhadas indica que o chá de erva-doce seria eficiente na prevenção da doença, já que teria a mesma substância presente no medicamento Tamiflu, remédio utilizado para tratar a gripe H1N1. A informação, porém, é falsa.

– Orientações de prevenção ao coronavírus. (…) Tomar chá de erva-doce duas vezes ao dia. O chá de erva-doce tem a mesma substância que o medicamento Tamiflu, o remédio usado para tratar a gripe A – H1N1 – diz o texto compartilhado nas redes sociais.

Corrente com informação falsa de que o chá de erva-doce tem o mesmo princípio do Tamiflu Foto: Reprodução

O primeiro sinal de que o conteúdo da corrente não procede é o fato de que o chá não tem a mesma composição do Tamiflu. O princípio ativo do medicamento é o fosfato de oseltamivir. Em nota enviada à Agência AFP, a farmacêutica Roche, fabricante do Tamiflu, informou que não há erva-doce na composição do remédio.

– O medicamento Tamiflu, desenvolvido pela Roche, é composto por fosfato de oseltamivir (…) além de alguns excipientes, que são substâncias que complementam a massa ou volume nos medicamentos produtos farmacêuticos. Deste modo, não há, na composição de Tamiflu, o anis estrelado ou a erva-doce – destacou o laboratório.

Além disso, o próprio Ministério da Saúde já desmentiu em nota que o chá possua o princípio ativo do medicamento.

– As orientações de que o chá de erva-doce tem a mesma substância do medicamento Tamiflu são falsas! O chá de erva-doce não possui o princípio ativo do Tamiflu (fosfato de oseltamivir) – afirmou a pasta.

Contra a doença, o que a pasta de saúde sugere são cuidados básicos usados na prevenção de outras doenças respiratórias como a lavagem frequente das mãos, evitar contato com pessoas que apresentem os sintomas da doença e não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, copos, etc.

Leia também1 Coronavírus: Mulan pode ter estreia adiada na China
2 Trump elogia Bolsonaro e diz: "Nós nos damos muito bem"
3 China espera ter coronavírus sob controle no fim de abril


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo