Leia também:
X Relembre: 10 fake news sobre a pandemia, espalhadas em 2020

É fake! CEO da Pfizer não disse que não tomará ‘sua vacina’

Assessoria da empresa disse que declarações de Albert Bourla foram tiradas de contexto

Pleno.News - 29/12/2020 21h41 | atualizado em 30/12/2020 11h21

Vidros de vacina contra a Covid-19 da Pfizer
É falso que o CEO da Pfizer disse que não irá tomar a vacina da empresa Foto: Divulgação

Um dos assuntos em alta no momento é a vacinação contra a Covid-19, que já foi iniciada em muitos países. No meio de tantas notícias, as fake news sobre o tema também encontram terreno fértil para proliferar. E uma dessas notícias que circula nas redes sociais aponta que o CEO da Pfizer, Albert Bourla, teria dito que não tomaria a vacina desenvolvida pela própria empresa.

A informação, no entanto, é falsa.

A notícia falsa faz referência a uma entrevista dada pelo executivo a CNN no dia 14 de dezembro. Na ocasião, Albert Bourla disse que não havia se vacinado porque não deveria passar à frente de grupos definidos como prioritários da campanha de vacinação. As primeiras doses são destinadas a profissionais de saúde.

O boato deixa subentendido que o executivo não tomaria a vacina por não confiar nela.

Em nota, a assessoria de imprensa da Pfizer informou que a declaração de Albert Bourla foi tirada do contexto e que a recomendação foi dada pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC).

Leia também1 Ministério da Saúde rebate Pfizer sobre exigência da Anvisa
2 EUA: Biden quer "vacinar 100 milhões" nos primeiros 100 dias
3 Governo prevê vacinação entre 20 de janeiro e 10 de fevereiro
4 Rússia fornecerá 10 milhões de doses da Sputnik V à Venezuela
5 Nos EUA, Kamala Harris é vacinada contra a Covid-19

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.