Leia também:
X Katy Perry revela como foi pedida em casamento

Veneza cria “taxa de entrada” para controlar turismo de massa

Fluxo de turistas está causando despovoamento e altos preços na cidade

Gabriela Doria - 26/02/2019 19h47 | atualizado em 26/02/2019 19h48

Gôndolas de Veneza são uma das principais atrações da cidade italiana Foto: Pixabay

A câmara municipal da cidade italiana de Veneza aprovou nesta terça-feira (26) a criação de um novo imposto que deverá ser pago por turistas. Trata-se de uma “taxa de entrada” que servirá para controlar o turismo de massa.

Os legisladores municipais, em sua maioria de direita, decidiram tornar imediata a aplicação desta norma, que recebeu 22 dos 33 votos possíveis.

Em Veneza, como em outras cidades turísticas da Itália, o visitante precisava arcar com uma taxa por cada noite no local. Agora este imposto alternativo será pago por quem visitar Veneza também durante o dia.

O objetivo é tirar proveito econômico do grande fluxo turístico da cidade, que dependendo da época chega a ser insuportável. Ao longo dos anos, o turismo em massa contribuiu o despovoamento e os altos preços em Veneza.

A previsão é que a taxa comece a ser cobrada a partir do mês de maio e durante este ano custará 3 euros. Já a partir de 2020, deve aumentar para 6 euros.

O preço poderá chegar a 10 euros quando se registrar “um excepcional e crítico fluxo turístico”.

*Com informações da Agência EFE.

Leia também1 Meghan e Harry visitam lugar histórico no Marrocos
2 Veja cinco dicas para economizar nas viagens
3 Cruzeiro pagará passageiro para viajar e postar fotos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.