Exposição virtual permite visitar casa de Anne Frank

Judia tornou-se um dos símbolos de resistência da Segunda Guerra Mundial

Pleno.News - 12/06/2019 13h44

Muito mais do que as anotações de uma menina, O Diário de Anne Frank tornou-se um dos documentos mais importantes sobre a perseguição nazista a judeus durante a Segunda Guerra Mundial. O Google Arts & Culture, em parceria com a Fundação Anne Frank, lançou nesta quarta-feira (12) uma exposição online que permite visitar a casa da autora do diário mais famoso do século 20. O museu está localizado em Amsterdã, na Holanda. A data de lançamento coincide com o seu aniversário. Se viva, Anne completaria 90 anos.

A tecnologia Street View permite conhecer todos os cômodos do imóvel, inclusive o quarto que Anne dividia com a irmã Margot. É possível acessar o conteúdo com o aplicativo da Google, disponível gratuitamente para iOS e Android, ou pelo site.

A exposição conta ainda com informações e documentos, como o único vídeo conhecido de Anne, filmado em uma festa de casamento, e a única fotografia da menina ao lado dos pais e da irmã.

A antiga casa da família Frank está alugada para a Fundação Holandesa de Literatura e funciona como abrigo para escritores estrangeiros que não têm liberdade para trabalhar em seus países de origem. O imóvel foi restaurado para o estilo original dos anos 1930.

*Folhapress

LEIA TAMBÉM+ Museu Histórico do Rio traz mostra sobre Cristo Redentor
+ Mãe cria petição para filme ser exibido com legendas e libras
+ Museu Mais Doce do Mundo chega ao Brasil em junho


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo