Leia também:
X Bolsonaro, ao reencontrar a filha: “Mais feliz impossível”

Outubro Rosa: Conheça ONGs que recebem doação de cabelo

Perucas são doadas para mulheres vítimas de câncer

Gabriela Doria - 30/09/2018 13h29 | atualizado em 30/09/2019 13h34

Outubro Rosa Foto: Divulgação

Quando se fala em doação, a maioria das pessoas pensa logo em dinheiro. Entretanto, você já imaginou se desfazer de algo que não tem nenhum custo e logo estará de volta em você? Pois a doação de cabelos se trata exatamente disso. E o objetivo não poderia ser mais nobre: devolver a autoestima de mulheres que perderam seus fios após um câncer.

Embora alguns hospitais e instituições públicas de saúde recebam os fios, poucos dispõem de parcerias para os transformar em perucas. Preenchendo essa lacuna, estão as organizações não governamentais que fazem o processo do início ao fim, desde o recebimento dos cabelos até a confecção da peruca e a entrega para a paciente. As ONGs Fundação Laço Rosa, Cabelegria e Rapunzel Solidária são pioneiras neste segmento.

A Fundação Laço Rosa é referência no Rio de Janeiro em doação de cabelos para mulheres com câncer. Fundada em 2011, a ONG doa, em média, de 80 a 100 perucas por mês. Mais de 3.500 pacientes já foram atendidas. Além disso, a fundação é responsável por promover cursos profissionalizantes que formam peruqueiros. A Laço Rosa também incentiva eventos beneficentes, congressos sobre o câncer de mama e coleta itinerante de cabelos. Veja como fazer a doação ou pedir uma peruca.

A Fundação Laço Rosa também promove eventos beneficentes e congressos sobre o câncer de mama Foto: Reprodução

Já em São Paulo, se destacam duas ONGs: a Cabelegria e a Rapunzel Solidária. A Cabelegria nasceu em 2013, através da iniciativa de duas amigas que queriam ajudar crianças com câncer. A organização já recebeu mais de 80 mil doações de cabelos, tanto do Brasil quanto do mundo. De acordo com a página da Cabelegria, são confeccionadas cerca de 100 perucas por mês e, ao todo, já foram doadas 2112. Saiba como doar ou receber uma peruca.

A Cabelegria aceita mechas a partir de 15 centímetros Foto: Divulgação/Cabelegria

Criada há 3 anos, a Associação Rapunzel Solidária surgiu após sua fundadora, Elizabeth Lomaski, superar um câncer de mama. A ONG já recebeu mais de 10 mil doações e entregou mais de 800 perucas. A associação conta com peruqueiros voluntários e recebe mechas de qualquer lugar do mundo. Saiba como ajudar ou receber doações.

A Rapunzel Solidária já recebeu mais de 10 mil doações Foto: Reprodução

A jornalista carioca Zíngara Lofrano, de 23 anos, doou recentemente uma mecha para a Fundação Laço Rosa. Para ela, ter conhecido o trabalho da Laço Rosa através de uma atividade acadêmica e conversar com uma das fundadoras, Patrícia Gil, foi determinante para fazer a doação.

– Eu e umas amigas fizemos um trabalho para a faculdade na Laço Rosa. Conversamos com a Patrícia, quem idealizou o projeto. A história dela mexeu muito comigo, pois a mãe e a irmã dela tiveram câncer. Enfrentar essa doença é muito difícil. A peruca foi algo importante, que ajudou, de alguma forma, a superar esse momento. Ver a diferença na autoestima delas me fez entender, mesmo que um pouquinho, a importância da doação.

A jornalista precisou cortar 20 centímetros do cabelo para fazer a doação Foto: Reprodução

Além da conversa com Patrícia, o que motivou a jovem também foi uma experiência pessoal com a doença. Sua tia foi vítima de um câncer e todo o processo foi acompanhado pela família.

– Minha tia faleceu de um câncer e, apesar de não ter tido tanto problema com o cabelo caindo, ela sofreu outras consequências da doença. Foi algo muito difícil para a família e eu consegui entender muito o lado de quem está passando por essa situação em casa e quer ajudar de alguma forma. Eu pensei: poxa, eu posso fazer alguma coisa que vai ajudar tanto uma família e uma mulher, então, por que não fazer? – destacou Zíngara.

E, embora ainda esteja se acostumando ao novo visual, a jornalista pensa em doar novamente no futuro e ressalta a satisfação com a iniciativa.

– Estou me adaptando ainda, mas estou muito feliz em poder ajudar uma mulher que está passando por uma momento tão delicado. Com certeza penso em doar novamente.

O que é preciso para fazer a doação?
De modo geral, os critérios para doar são os mesmos. Mas, é preciso estar atento para pequenas diferenças entre as ONGs:

  • É preciso preencher um formulário antes de fazer a doação;
  • O cabelo deve estar seco, preso por um elástico e embalado em um saco plástico transparente;
  • São aceitos todos os tipos de cabelo, com e sem química;
  • A Rapunzel Solidária aceita mechas a partir de 15 cm. Já a Cabelegria e a Fundação Laço Rosa, a partir de 20 cm;
  • Todas as instituições acima recebem mechas enviadas pelo Correios. A Laço Rosa e a Rapunzel Solidária aceitam doações pessoalmente.

Leia também1 Ana Furtado dá relato sobre seu autoexame: "Me ajudou"
2 Por que o Outubro Rosa é importante? Entenda
3 Empoderamento cor-de-rosa

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.