Leia também:
X Filha de Michel Temer diz que sofreu estupro durante assalto

Nova campanha da Calvin Klein traz homem trans grávido

Roberto Bete ficou conhecido por participar de um reality show no Brasil

Pleno.News - 13/05/2022 14h56 | atualizado em 16/05/2022 11h42

Homem trans grávido protagonizou campanha da Calvin Klein Foto: Divulgação/Calvin Klein

Uma campanha publicitária da marca Calvin Klein causou polêmica nos últimos dias por trazer um homem transgênero grávido como um dos participantes. Lançada no Dia das Mães, a propaganda justificou que sua proposta era destacar “as realidades das novas famílias”. O trans grávido é o brasileiro Roberto Bete, ex-participante de um reality de relacionamentos.

Na postagem do Instagram em que anunciou a campanha, a marca mencionou a gravidez de Roberto e da esposa, a mulher trans Erika Fernandes, e afirmou que os dois estavam esperando o filho Noah. O bebê nasceu na última terça-feira (10) na maternidade Amparo Maternal, em São Paulo.

Para viabilizar a gravidez, de acordo com uma entrevista de Erika ao portal iG, o casal parou por um ano e meio o tratamento hormonal que fazia para realizar a chamada transição de gênero. Dessa forma, foi possível que os corpos dos dois pudessem voltar a funcionar de forma biológica: como uma mulher, no caso de Roberto, e de um homem, no caso de Erika.

Nas redes sociais, porém, diversos internautas questionaram o tom da campanha e defenderem um boicote à marca. Alguns usuários fizeram comparações entre a atual propaganda e campanhas antigas produzidas pela empresa.

– Mais uma dos lacradores: mulher grávida é usada no comercial da Calvin Klein. Ok. Só que ela se parece fisicamente com um homem, passou por várias cirurgias, mas continua mulher. O que eu quero dizer? Nada. A moça é só mais uma vítima, a criança também. Apenas boicotem a marca – disse um usuário do Twitter.

Comparação entre campanhas antigas e recentes da Calvin Klein Foto: Reprodução/Instagram

Na própria postagem original da campanha, vários internautas fizeram comentários críticos sobre a empresa como: “Tchau, Calvin Klein”, “Não comprarei mais desta marca”, “Nunca mais comprarei um produto de vocês novamente”, e “Chega de roupas Calvin Klein para mim”.

Leia também1 Prefeito usa R$ 100 mil de dinheiro público para correr maratona na Espanha
2 Murilo Rosa joga indireta para Globo sobre contratação de Jade
3 Criança morre eletrocutada ao abrir porta de geladeira em casa
4 Esperança Rio realiza encontro jovem com Theo Rubia e Lipão
5 TRF-3 confirma condenação de Lula para pagar R$ 829 mil

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.