Nivea recebe apoio após se negar a fazer campanha LGBT

Empresa de propaganda que está há mais de 100 anos com a marca decidiu encerrar contrato

Pleno.News - 05/07/2019 09h30

Nivea se recusou a fazer propaganda para público LGBT Foto: Pixabay

A famosa marca de cosméticos Nivea vem recebendo apoio de consumidores depois de vir à tona sua recusa em fazer uma campanha publicitária para LGBTs. De acordo com o site AdAge, especializado em publicidade, a empresa de marketing FCB, que propôs a campanha, decidiu romper o contrato com a Nivea após a recusa. A FCB presta serviços publicitários há mais de 100 anos para a marca.

Ainda de acordo com a AdAge, a FCB teria sugerido uma foto em que as mãos de dois homens se tocam. Ao recusar a sugestão, os representantes teriam dito que a Nivea não trabalha com este tipo de propaganda.

Em um memorando interno, o CEO da FCB, Carter Murray, anunciou que a relação com a Nivea se encerraria ao fim de 2019, quando os contratos expiram. Murray argumentou ainda que se continuassem com a Nivea, teriam que defender o posicionamento da marca, que em breve passará por uma “revisão criativa” para reforçar os valores tradicionais da empresa.

Publicamente, nem a Nivea e nem a FCB se manifestaram.

Nas redes sociais, consumidores declararam apoio à marca de produtos de higiene pessoal. Muitos afirmaram que, a partir de agora, só comprarão produtos Nivea e que a marca se tornou uma alternativa para aqueles que desejam parar de consumir marcas que apoiam a causa LGBT.

LEIA TAMBÉM+ Pastores falam da deturpação do arco-íris pela causa LGBT
+ Florista perde novo recurso após recusa a clientes LGBTs
+ Fim do lacre! Bolsonaro proíbe termos LGBTs em comerciais


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo