Instituto C&A busca projetos de pesquisa na área de moda

Objetivo é encontrar projetos que melhorem as condições de vida dos empregados

Pleno.News - 09/07/2019 11h13

Instituto C&A lançou edital de pesquisa Foto: Reprodução/Wikimedia

Faltam informações sobre a indústria da moda e iniciativas para mudá-la no país. O setor, um dos que mais polui e com histórico de trabalho em condições precárias, padece de incentivos para que empresas inovem no caminho da sustentabilidade e da inclusão social.

O diagnóstico relatado por Margarida Lunetta, gerente de transformação circular do Instituto C&A, motivou a organização a lançar um edital de projetos de pesquisa e protótipos que estimulem a circularidade da cadeia de moda no Brasil.

O público-alvo do edital são institutos de pesquisa, startups e empresas. Não se esperam projetos de produtos, mas de iniciativas que possam ter escala e que gerem transformações.
As inscrições estão abertas até 30 de julho pelo site.

Segundo o instituto, não existe uma definição única de negócio circular na indústria da moda. Para o edital, são exemplos modelos de negócios que incluem aluguel, reutilização, recomércio, conserto ou remanufatura de peças; e serviços e sistemas de compartilhamento de itens.

O edital tem como objetivo encontrar projetos que melhorem as condições de vida dos empregados em todos os estágios da cadeia da moda, da agricultura, da indústria e do varejo;e aumentem a capacidade de inclusão nas empresas.

O Instituto C&A, de atuação internacional, financia projetos voltados a novas formas de produzir, vender e usar roupas, e defende que a passagem da economia linear para a circular na moda tem o potencial de melhorar o ambiente e a vida das pessoas.

– No Brasil existem várias iniciativas, como armários coletivos e aluguel de roupas, mas ainda é nebuloso para os empresários quais são os benefícios financeiros. É um ecossistema cheio de “gaps”. Faltam fóruns, plataformas de aceleração para inovadores e um ambiente regulatório atraente – diz Lunetta.

*Folhapress

LEIA TAMBÉM+ Príncipe morto se inspirava na política para criar roupas
+ Vestido de noiva de atriz demorou 350h para ser feito
+ Tendência! Veja famosas que aderiram ao corte chanel


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo