Leia também:
X OMS inclui estado de SP em área de risco de febre amarela

Homem rompe a garganta ao tentar prender espirro

Caso surpreendeu até os médicos que atenderam o britânico

Gabriela Doria - 16/01/2018 20h40 | atualizado em 17/01/2018 11h49

Um homem da cidade de Leicester, no Reino Unido, está intrigando a comunidade científica. O britânico, de 34 anos, conseguiu “romper” a garganta após segurar um espirro, fechando a boca e tampando o nariz. O caso foi descrito em um artigo publicado no periódico científico British Medical Journal Case Reports, na última segunda-feira (15).

Britânico teve grave fratura na parte de trás da garganta Foto: Reprodução BMJ Case Reports

No texto, os médicos contam que o homem chegou ao hospital relatando dificuldade para engolir e uma “sensação de estalo” no pescoço, além de aparente inchaço no local. Segundo a publicação, o paciente notou os sintomas após tentar prender um espirro. Uma radiografia da região mostrou uma grande fratura na parte de trás da garganta do britânico, compatível com casos de fortes traumas e acidentes. Ele precisou ficar internado e teve dificuldade temporária para engolir e falar.

Ainda de acordo com a publicação, a fratura da garganta é extremamente rara, notificando-se cerca de um a dois casos por ano. Apesar disso, é altamente recomendável que o espirro não seja impedido, uma vez que a velocidade do ar que sai do corpo pode chegar a 240 quilômetros por hora. Se o ar for contido pelo corpo, os efeitos podem incluir vômitos e dores de cabeça até casos extremos, como a fratura da garganta.

Leia também1 Janeiro Branco é dedicado ao debate sobre saúde mental
2 Prefeitura do Rio divulga orientações sobre Hepatite A
3 Planos de saúde vão cobrir 18 novos procedimentos

Siga-nos nas nossas redes!
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.