CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Rose Miriam é acusada de homofobia e advogado rebate

Filhos de Gugu dizem que mãe não deveria estar contra eles

Irmãos pediram fim do "espetáculo" em que se transformou a briga judicial após a morte do pai

Paulo Moura - 10/02/2020 09h41 | atualizado em 10/02/2020 10h12

No primeiro comunicado oficial conjunto divulgado pelos filhos de Gugu desde o início das diversas polêmicas envolvendo a divisão de bens do pai, os jovens João Augusto, Marina e Sofia criticaram o “espetáculo” em que, segundo eles, se transformou a disputa judicial dentro do núcleo familiar que já envolveu desde conflitos entre a vó, Maria do Céu, e a mãe dos três, Rose Miriam, até a expulsão do tio da mansão em Orlando.

Na nota divulgada para a imprensa, feita em conjunto com seus advogados, os três reclamaram do fato da mãe estar “contra” eles, mas disseram acreditar que a mãe foi envolvida em uma “teia” e que ela estaria sendo influenciada por pessoas que pretendem se aproveitar dela. Os irmãos também disseram se orgulhar da conduta do pai e que vão seguir em frente mantendo os ensinamentos que foram dados por ele.

– A ninguém é dado o direito de desrespeitar a pessoa do nosso pai ou a distorcer a vida por nós levada ao longo de sua existência. Temos muito orgulho da conduta de nosso pai e de tudo que ele construiu. Seguiremos em frente, sem ele, mas dentro dos seus ensinamentos – disseram eles, em nota.

Os filhos do comunicador encerraram a nota criticando o fato da mãe ter transformado a mídia em um “palco” para discussão de interesses que são de foro íntimo.

– Nem Rose Miriam, nem os seus defensores, estão autorizados a se apropriar da imagem de Gugu por afrontar judicialmente sua última vontade, desrespeitando o testamento por ele deixado, e sendo os únicos responsáveis por indevida exposição pública – completaram.

Confira a nota de João Augusto, Marina e Sofia, na íntegra:

Os filhos de Gugu Liberato, por seus advogados, em respeito a memória de seu pai e à vista das últimas declarações postadas na mídia pela defesa de sua mãe, esclarecem que não esperavam e não pactuam deste espetáculo que pretende transformar a mentira em verdade, para desvirtuar os legítimos desejos de seu pai e principalmente a realidade por todos eles vivenciada.

Expressam o seu respeito à mãe, mas entendem que ela deveria estar ao lado deles, não contra. Entendem, ainda, que a mãe foi envolvida numa teia, mas acreditam que mais cedo ou mais tarde ela deixará de ser influenciada por pessoas que querem dela se aproveitar, induzindo-a a negar os fatos, a se expor pessoalmente em situação vulnerável para impressionar desavisados.

“A ninguém é dado o direito de desrespeitar a pessoa do nosso pai ou a distorcer a vida por nós levada ao longo de sua existência. Temos muito orgulho da conduta de nosso pai e de tudo que ele construiu. Seguiremos em frente, sem ele, mas dentro dos seus ensinamentos”.

Os filhos de Gugu Liberato entendem ainda que nem Rose Miriam, nem os seus defensores, estão autorizados a se apropriar da imagem de Gugu por afrontar judicialmente sua última vontade, desrespeitando o testamento por ele deixado, e sendo os únicos responsáveis por indevida exposição pública.

Completamente estranho Rose Miriam e seus advogados optarem por transformar a mídia e rede sociais em palco para discussão dos seus exclusivos interesses.

O Poder Judiciário é, e sempre será, a sede própria para análise da verdade real, como vem sendo feito.

João Augusto, Marina e Sofia.

Leia também1 Rose Miriam é acusada de homofobia e advogado rebate
2 Rose diz que vai processar quem manchar honra de Gugu
3 Gugu: Justiça cassa pensão de R$ 100 mil de Rose Miriam


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo