Leia também:
X Gentili debocha de críticas a seu filme com piadas sobre pedofilia

Cantora lembra Baal e critica as dancinhas com conotação sexual

Nova moda faz parte de "desafio" lançado com a música Envolver, de Anitta

Pleno.News - 17/03/2022 19h16 | atualizado em 18/03/2022 14h19

Dança sensual na rua faz parte de desafio lançado com a coreografia da música Envolver, de Anitta Foto: Reprodução

A cantora cristã Paula Baluart usou as redes sociais, nesta quinta-feira (17), para condenar o que chamou de “nova modinha”: fazer danças com conotações sexuais nas ruas, onde há grande movimentação de pessoas, incluindo crianças e idosos. A “coreografia” se popularizou por causa do clipe da música Envolver, da cantora Anitta – que criou um “desafio” para que a coreografia fosse repetida nas ruas.

Para Paula, os adeptos da dança “perderam a noção”. Ela divulgou um vídeo de uma pessoa vestida da personagem Dora Aventureira fazendo a coreografia.

– As pessoas perderam a noção, a responsabilidade e todo o temor a Deus! Não sabem que são fantoches de Satanás e ainda acham graça! A cegueira mata e destrói uma sociedade. Depois reclamam de tanto abuso sexual e pedofilia! Elas mesmas cavam seu mal – escreveu.

A cantora também citou passagens bíblicas sobre a “adoração a Baal”.

– Tudo isso começou lá atrás com o paganismo e os cultos aos demônios, aquilo que Deus condena! Hoje dizem que é arte sem nem saber que isso é culto e adoração no mundo espiritual (que é mais real que o nosso), não existe nada neutro! Como pode tanta cegueira? – questionou.

Cantora Paula Baluart foi a autora da denúncia nas redes sociais Foto: Divulgação

Paula também fez um alerta para aqueles que não creem na maldade por trás da “modinha”.

– Jesus está voltando! Vamos pregar! É necessário haver arrependimento, senão vai haver muito sofrimento, mais do que já vemos hoje.

Cantora Paula Baluart expôs a “nova modinha” com dança sensual Foto: Reprodução

Paula encerrou revelando que passou a sofrer ataques de haters após repudiar a coreografia.

– Estou sendo maltratada e humilhada de todas as maneiras nesse post. Só porque afirmei a verdade, que isso é um gesto obsceno, e ainda [feito] perto de crianças. Mas tem nada não. Não vou me calar. Pra isso o Senhor me chamou e está me capacitando. Mais vale agradar a Deus – declarou.

Leia também1 Michelle usa farda, e Bolsonaro 'brinca' sobre ser multado
2 Instagram suspende Kanye West após ataques a Kim Kardashian
3 Rosane Felix se filia ao PL e será candidata a deputada federal
4 Louvorzão 93 acontece em abril e já tem 23 atrações confirmadas
5 PT cria núcleos evangélicos a fim de atrair eleitores para Lula

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.