Leia também:
X Campeão olímpico faz sucesso vendendo pizza na quarentena

Caso Jabuti e mais polêmicas de famosos sobre coronavírus

Curador do Prêmio Jabuti minimizou as mortes na pandemia e virou alvo de manifesto

Camille Dornelles - 25/05/2020 11h22

Pedro Almeida, curador do Prêmio Jabuti Foto: Folhapress/Mathilde Missioneiro

Depois de ser alvo de um manifesto público e muitas críticas nas redes sociais, o curador do Prêmio Jabuti, o jornalista Pedro Almeida, pediu desculpas neste domingo (24).

Em sua rede social, ele publicou um texto que questionava os números de casos e mortos pela Covid-19 no Brasil fazendo um comparativo errôneo com o ano passado. A repercussão foi negativa, Almeida foi alertado por amigos que os números eram incorretos e apagou a postagem.

Ele também se desculpou, afirmando que errou ao confirmar na fonte daquelas informações. Almeida agora é alvo de um manifesto para deixar o cargo, com mais de 4 mil assinaturas. Mas ele não foi o único que criou polêmica sobre a pandemia.

Relembre algumas das polêmicas geradas por celebridades.

FESTA DEPOIS DA CURA
A influenciadora Gabriela Pugliesi foi uma das brasileiras que mais provocou polêmica sobre a atual pandemia. Ela teve o diagnóstico positivo da Covid-19 após o casamento de sua irmã, no qual um convidado compareceu infectado.

Após ficar de quarentena por 14 dias em casa, Pugliesi decidiu fazer uma pequena confraternização na residência, mas chamou amigos e publicou imagens da festa nas suas redes sociais. A repercussão foi bastante negativa e ela recebeu muitas críticas como falta de solidariedade e não respeitar recomendações de distanciamento.

Influenciadora foi criticada por causa de festa durante a quarentena Foto: Reprodução

CORONAVÍRUS ROMANTIZADO
Outra polêmica levantada por Pugliesi foi sobre um texto de reflexão que ela publicou em seu Instagram. Nele, a influenciadora disse que “a epidemia colocou tudo no lugar”, exaltando que “os combustíveis baixaram, a poluição baixou, as pessoas passaram a ter tempo e os pais estão com os filhos, em família”.

– O trabalho deixou de ser prioritário, as viagens e o lazer também. Num instante damos conta que estamos todos no mesmo barco, ricos e pobres, que as prateleiras dos supermercados estão vazias e os hospitais cheios e que o dinheiro e os seguros de saúde, que o dinheiro pagava, não têm nenhuma importância, porque os hospitais privados foram os primeiros a fechar – continuou a mensagem criticada.

Depois das polêmicas, Pugliesi desativou seu perfil no Instagram.

CULPA DOS ENTREGADORES DE COMIDA
A influenciadora Flávia Pavanelli foi duramente criticada por usuários das redes sociais após revelar que seu teste para Covid-19 havia dado positivo. Isso porque no momento da revelação ela também falou para as pessoas tomarem cuidado com delivery de comida, insinuando que pegou a doença do entregador.

Após gerar polêmica, ela se justificou e afirmou que apenas alertou aos seguidores sobre as entregas e uso da maquininha de cartão, mas não culpou ninguém.

FIM DOS SHOWS
A esposa do sertanejo Zezé di Camargo, Graciele Lacerda, criou polêmica ao lamentar, nos Stories de seu Instagram, o cancelamento dos shows de seu marido. Ela afirmou que o marido “não está podendo fazer shows” e que “ainda bem que ela está conseguindo trabalhar para segurar as pontas”. No mesmo dia, comentários negativos sobre a fala dela surgiram na rede social, no Facebook e no Twitter, apontando falta de empatia.

– Mô não vai poder trabalhar. E o pior, a gente veio de dois meses de férias, janeiro e fevereiro. Em março começaram os show, eles fizeram quatro e já foram todos cancelados. Ou seja, se parar até abril, vão ser quatro meses sem entrar dinheiro. Ainda bem que eu estou conseguindo trabalhar. É segurar as pontas porque as contas não param. É pedir muito a Deus para dar tudo certo. São várias pessoas passando por isso – declarou.

Carlos Villagrán não acredita na pandemia do novo coronavírus Foto: Reprodução

INVENÇÃO DE BILL GATES
O ator mexicano Carlos Villagrán, que interpretou o Quico, no seriado Chaves, afirmou que o coronavírus, na verdade, não existe. Para Villagrán, trata-se de um plano liderado pelo bilionário Bill Gates, dono da Microsoft, e pela maçonaria.

– Depois de ficarmos em casa, eles começaram a colocar antenas para o 5G, que se conectam a milhares de antenas colocadas em universidades, escolas, em todos os lugares, e também em satélites de baixo alcance, mais de 6 mil satélites. É um culto realizado pela maçonaria, e Bill Gates está por trás de tudo – afirmou o ator.

Para o ator mexicano, o intuito é controlar a população mundial pela tecnologia 5G a partir de 2030.

AGRADECIMENTO AO CORONAVÍRUS
A modelo holandesa Doutzen Kroes fez uma publicação polêmica na época em que o país chegava a 200 mortes por causa da Covid-19.

– Obrigada, Coronavírus, por nos fazer mais humanos e dar um respiro para a Terra – escreveu a modelo em sua rede social.

Depois de receber feedback negativo, Kroes apagou a postagem e fez um pedido de desculpas público, afirmando que só estava tentando passar uma mensagem positiva. Depois disso, suas publicações sobre o assunto foram apenas com recomendações de #stayhome (fique em casa).

View this post on Instagram

#stayhome ❤️

A post shared by Doutzen Kroes (@doutzen) on

Leia também1 Com declínio da Covid, Madri e Barcelona reabrem atividades
2 Farmacêutica diz que pode ter vacina da Covid em setembro
3 Covid-19: Teste com 100% de eficácia é aprovado no Brasil

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.