CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Bolsonaro pedirá a Mandetta isolamento apenas para idosos

Famílias se reinventam para manter contato no isolamento

Isolamento de idosos faz com que familiares procurem novos meios de encontrá-los

Camille Dornelles - 25/03/2020 10h43 | atualizado em 25/03/2020 11h02

Shirley Maneira reinventa relação com os pais para manter proximidade Foto: Arquivo pessoal

A recomendação de isolamento social para conter a pandemia do Covid-19 já foi feita há duas semanas em grande parte do território nacional. Com tanto tempo em casa, a rotina de muitos sofreu mudanças e as pessoas usaram a criatividade para diminuir o distanciamento.

A profissional de logística Shirley Maneira decidiu se reunir com os pais, que são idosos, de um jeito diferente. Ela contou ao Pleno.News que colocou uma foto deles em cima da mesa para poder fazer as refeições junto.

– Moro sozinha no Rio de Janeiro e minha família vive em Santos, litoral de São Paulo. Como eles são idosos, resolvi passar o domingo desse jeito com eles. Fiz café da manhã e depois almoço – explicou.

Foto dos pais é colocada na mesa do café da manhã Foto: Arquivo pessoal

Ela conta que a família toda está usando esses mecanismos para se encontrar virtualmente.

– No sábado também fizemos uma conferência em vídeo junto com meus sobrinhos de Vitória e meu irmão de Santos. Nossa família passa o tempo assim, com fotos, vídeos, telefonemas e por aí vai.

O médico André Würzler tem uma rotina diferente, já que precisa sair para trabalhar no hospital. Ao portal, ele explicou que, quando sai do trabalho, é orientado a ter pouco contato com o grupo de risco. Para manter o contato, defende as videoconferências e aplicativos como o WhatsApp.

– Hoje em dia isso não é um problema tão grande. Não vou ver os meus avós em pessoa, mas a gente consegue ligar. Como médico, eu vejo esse distanciamento como fundamental. Porque cortar a cadeia de transmissão do Covid-19 é a principal maneira de combater a epidemia. Claro que só dá para ver os resultados após quatro semanas, mas é fundamental. Então não me dói não vê-los agora. Proteger as pessoas que eu amo não é dor nenhuma – declarou.

Família se reúne em videoconferência Foto: Arquivo pessoal

Enquanto o isolamento social e home office são mantidos, os brasileiros procuram novas formas de se aproximar de quem está fisicamente longe.

Leia também1 Bolsonaro pedirá a Mandetta isolamento apenas para idosos
2 OMS: EUA podem se tornar novo epicentro da pandemia
3 Enfermeiros cristãos levam oração a doentes na Itália


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo