Leia também:
X Cantor quer arrecadar doações para África em seu casamento

Ana Campagnolo: “O divórcio não é um direito, é um escape”

Deputada estadual antifeminista criticou ideia de que separação é um direito

Camille Dornelles - 03/04/2019 12h32 | atualizado em 03/04/2019 12h42

Ana Campagnolo na rádio Jovem Pan Foto: Divulgação/Rádio Jovem Pan

Durante sua participação no programa Morning Show, da rádio Jovem Pan, a deputada estadual Ana Campagnolo (PSL-SC) falou sobre o divórcio. Ela, que já se separou uma vez, afirmou que não sente culpa, mas que entende que ser divorciada é uma “mácula”.

A deputada, que é antifeminista, também rebateu a ideia de que o divórcio é uma conquista das mulheres.

– O divórcio é ruim porque ninguém casa para se separar. O melhor seria continuar casado. Mesmo quem se divorcia porque apanha do marido, o melhor não seria não apanhar? O divórcio não é uma conquista, um prêmio, um direito. Ele é um escape, uma solução para um problema que não deveria existir – declarou.

A parlamentar declarou também que não há como fugir do julgamento que um divorciado sofre.

– O divórcio é ruim, por isso que você julga a pessoa que se divorciou, que faltou habilidade para manter um casamento. É lógico que é um fracasso pessoal. A família foi feita para gerar filhos, para gerar patrimônio. Não foi feita para se fragmentar – apontou.

No mesmo programa, ela retrucou diversas bandeiras feministas e causou polêmica entre os participantes.

Leia também1 Deputada cristã rebate ideias feministas: "Absurdos"
2 Feliciano defende direitos da família na Rádio Jovem Pan
3 Após polêmica, rádio Jovem Pan cede espaço para Feliciano

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.