Leia também:
X Após análise, STF decide que o voto impresso é inconstitucional

YouTube tira do ar vídeo de Alexandre Garcia sobre Covid

Empresário Carlos Wizard Martins emitiu nota de repúdio ao YouTube

Pleno.News - 15/09/2020 20h06 | atualizado em 15/09/2020 21h21

Alexandre Garcia Foto: Reprodução

Nesta terça-feira (15), o empresário Carlos Wizard Martins usou as redes sociais para protestar contra a remoção de um vídeo de Alexandre Garcia, do YouTube. No post, ele disse que o conteúdo foi retirado porque tinha como tema o tratamento precoce do novo coronavírus.

– Deixo registrado o meu repúdio ao #Youtube pela retirada da vídeo conferência promovida pelo jornalista Alexandre Garcia, cujo tema foi Covid-19: Tratamento Precoce Salva Vidas. O vídeo atingiu quase 2 milhões de visualizações e, hoje ao tentar acessá-lo o interessado recebe o aviso de que ele foi removido por violar os termos de serviço – declarou Wizard.

Empresário Carlos Wizard Martins Foto: Divulgação

Segundo o empresário, a decisão do YouTube foi arbitrária. Ele destacou que existem médicos defendendo o que foi dito por Garcia.

– É uma ação arbitrária do Youtube, uma vez que a apresentação foi apoiada por mais de 10 mil médicos de todos os estados do Brasil que lutam no combate à Covid-19, cujo único objetivo é salvar vidas e alertar a população para a importância do tratamento precoce. Graças a esse tratamento milhares de vidas já foram salvas! É lamentável perdermos um brasileiro a cada 2 minutos vítima não da #Covid19, mas de uma ideologia que ama mais a morte do que a vida – apontou.

Empresário Carlos Wizard Martins protestou contra o YouTube Foto: Reprodução

Leia também1 Trump afirma que vacina contra Covid pode chegar em semanas
2 Anvisa aprova incluir mais 5 mil voluntários em testes de vacina
3 Reveja feitos de Pazuello como interino no Ministério da Saúde
4 Entenda qual é a relação entre coronavírus e vitamina D
5 China poderá começar a vacinar população a partir de novembro

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.