Leia também:
X Diabética e hipertensa, idosa de 94 anos se cura da Covid-19

YouTube exclui vídeos em que Santiago oferece feijões

Conteúdo foi retirado a pedido do MPF

Gabriela Doria - 23/05/2020 15h01 | atualizado em 23/05/2020 15h31

Pastor Valdemiro Santiago pode se tornar alvo de investigação Foto: Reprodução

O YouTube retirou de sua plataforma três vídeos do pastor Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, em que ele oferece sementes de feijão que supostamente curariam da Covid-19. Nos vídeos, Valdemiro Santiago pede contribuições dos fiéis, que variavam entre R$ 100 e R$ 1 mil.

– Na última reunião de bispos e pastores, apresentando com exame, com laudo médico, gente curada de coronavírus. Em estado terminal, podemos dizer assim. Gravíssimo, num estado muito avançado. E Deus operou e fez maravilha. E tá ali o exame, para quem quiser. Seria bom uma reportagem na Globo, na Bandeirantes, na Record, no SBT, na Redetv, para mostrar ao povo o poder de Deus. Aí você vê como é importante a semente, a semeadura. Então o povo obedeceu a José e semeou na terra. E a terra deu o retorno. Toda família se fartou e conseguiu venceu a crise, a epidemia – disse o apóstolo no vídeo.

A remoção dos vídeos foi resultado de uma ação do Ministério Público Federal, que enviou um ofício ao YouTube pedindo a exclusão do conteúdo. Os procuradores também encaminharam uma notícia-crime ao Ministério Público Estadual de São Paulo para que investigue Santiago por suposto estelionato.

Por meio de nota, a Igreja Mundial do Poder de Deus justificou que a campanha do feijão não se refere à venda de uma “promessa de cura, mas sim o início de um propósito com Deus”. Segundo a igreja, “a semente é uma figura de linguagem, amplamente mencionada nos textos bíblicos, para materializar o propósito com Deus”.

– Nos vídeos não há menção de nenhuma venda, o que rechaçamos veemente, haja vista que trata-se de uma sugestão de oferta espontânea, não tendo nenhuma correlação com venda de quaisquer espécies. A instituição, ao longo de todos esses anos, tem o único e exclusivo propósito de propagação da fé Cristã, onde todas as nossas atitudes se baseiam nos princípios bíblicos, na ética e na legalidade.

Leia também1 Vera Magalhães é detonada ao sugerir que China peça vídeo
2 Pres. da Caixa diz que "matava ou morria" se filha fosse presa
3 Malafaia comenta reunião ministerial e detona a Globo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.