Leia também:
X Mãe de Eliza: ‘Difícil ver sua filha retratada como lixo’

Wassef diz que Justiça reabrirá caso da facada em Bolsonaro

Advogado do presidente afirmou que novas informações poderão ser incluídas nos autos

Gabriela Doria - 03/11/2021 18h53 | atualizado em 04/11/2021 11h59

Frederick Wassef, advogado de Jair Bolsonaro Foto: Reprodução/TV Globo

O advogado do presidente Jair Bolsonaro, Frederick Wassef, revelou que o Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília, vai reabrir o caso Adélio Bispo de Oliveira. Adélio foi o autor da facada em Bolsonaro, em 2018, em Juiz de Fora (MG). A informação é do portal Metrópoles.

Wassef considerou a medida “uma vitória do Brasil e da democracia”. Para o advogado, é possível que novas informações sejam incluídas nos autos junto às evidências já coletadas pela Polícia Federal.

Adélio Bispo está preso na Penitenciária Federal de Campo Grande. Ele foi indiciado pelo crime de “atentado pessoal por inconformismo político”, descrito no artigo 20 da Lei de Segurança Nacional.

A tipificação engloba: “Devastar, saquear, extorquir, roubar, sequestrar, manter em cárcere privado, incendiar, depredar, provocar explosão, praticar atentado pessoal ou atos de terrorismo, por inconformismo político ou para obtenção de fundos destinados à manutenção de organizações políticas clandestinas ou subversivas. Pena: reclusão, de 3 a 10 anos”.

Leia também1 Conselho de Ética arquiva ação contra deputado Luis Miranda
2 Sabatina de Mendonça: Pacheco dá ultimato a Davi Alcolumbre
3 "Estamos jogando pesado" contra alta dos combustíveis
4 STF 'barra' liberação do bloqueio de estradas por caminhoneiros
5 Rede quer 'liberar' empresas a demitir quem não se vacinou

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.