Leia também:
X STF pede que Bolsonaro explique fala sobre Forças Armadas

Vacina: 1,5 milhão de pessoas não voltam para tomar 2ª dose

Saúde planeja estratégia para alcançar o grupo

Pierre Borges - 13/04/2021 15h12 | atualizado em 13/04/2021 15h28

Imunização só se completa com a tomada das duas doses da vacina Foto: Reprodução

Um levantamento divulgado nesta terça-feira (13) pelo Ministério da Saúde aponta que ao menos 1,5 milhão de pessoas que tomaram a primeira dose de uma vacina contra a Covid não retornou aos locais de aplicação para tomar a segunda dose. Desse modo, uma estratégia deve ser elaborada em parceria com estados e municípios para alcançar e garantir a imunização completa do grupo.

– Fizemos uma análise para entender as pessoas que deveriam ter completado o esquema vacinal. Mesmo que vença o prazo, a orientação é que completem o esquema. Quem atrasou e não conseguiu ir com 28 dias [para tomar a segunda dose] da Coronavac ou 84 dias da AstraZeneca deve comparecer [às salas de vacinação] – explica a coordenadora do PNI (Programa Nacional de Imunizações), Francieli Fontana.

Francieli afirmou que o Ministério emitirá uma lista com números para traçar uma estratégia.

– Fizemos um levantamento contando esses dias [do prazo para a segunda dose] e temos, para completar a segunda dose, 1,5 milhão de brasileiros que já [a] deveriam ter completado. Esse é o total que estaria no tempo para a segunda dose; os outros ainda estão no prazo para chegar. Vamos emitir uma lista com [os] números e discutir uma estratégia para buscar essas pessoas – disse a coordenadora.

A divulgação dos dados foi feita pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que preferiu não estabelecer prazos de vacinação.

– Tenho um xará que é o Quiroga, um astrólogo, e sou médico. Com as doses que tenho aí, não temos condição de estabelecer prazos – disse Queiroga, que ainda afirmou que busca obter, até junho, mais doses prontas de vacinas de fornecedores.

Para agilizar o processo de vacinação, o governo também avalia ampliar o atual contrato com a Pfizer.

Leia também1 STF pede que Bolsonaro explique fala sobre Forças Armadas
2 Senado não pode investigar governadores e prefeitos em CPI
3 Ana Campagnolo anuncia live 'Karl Marx era satanista?'
4 Pfizer nega fala de Kajuru sobre "chá de cadeira" de Bolsonaro
5 Bolsonaro reconduz Sérgio Banhos como ministro do TSE

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.