Leia também:
X Marcos Rogério diz que relatório da Defesa “não prova lisura”

TJ-RJ revoga mandados de prisão de Cabral e STF pode libertá-lo

O ex-governador do Rio é o único alvo da Operação que ainda está em regime fechado

Leiliane Lopes - 10/11/2022 22h41 | atualizado em 11/11/2022 09h12

Sérgio Cabral Foto: EFE/Sebastião Moreira

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) revogou nesta quinta-feira (10) dois mandados de prisão preventiva contra o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral.

A 5ª Câmara Criminal do TJ-RJ decidiu sobre dois mandados de prisão que foram expedidos pelo Órgão Especial. A revogação foi unânime, com três votos favoráveis.

Os magistrados entenderam que não há razão para Cabral continuar preso.

Ele cumpre pena após condenação da Operação Lava Jato, o político agora aguarda decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) para ter seu futuro decidido.

Dos seis mandados de prisão contra ele, o ex-governador conseguiu que quatro fossem revogados e dois transformados em prisão domiciliar com a utilização de tornozeleira eletrônica.

A 2ª Turma do STF chegou a começar a analisar a anulação da condenação, o placar estava em um voto a favor e outro contrário. O ministro André Mendonça pediu vistas e até agora o processo não voltou a ser votado.

Leia também1 Marcos Rogério diz que relatório da Defesa "não prova lisura"
2 Após causar queda na Bolsa, Lula ironiza: "Mercado sensível"
3 Fábio Faria diz que Bolsonaro está sereno: "Líder subestimado"
4 Filha de Flordelis diz que crime aconteceu porque mãe permitiu
5 Meirelles está pessimista quanto ao governo Lula: "Dilmou"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.