Leia também:
X ‘Com 5G, indígenas mostrarão a verdade da Amazônia para a Europa’, diz Bolsonaro

Queiroga não planeja tomar 3ª dose: “Vou ser o último”

Ministro já está apto a receber dose de reforço

Gabriela Doria - 04/11/2021 20h56 | atualizado em 05/11/2021 10h41

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga é cardiologista e tem 55 anos Foto: EFE/Joédson Alves

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, esquivou-se, nesta quinta-feira (4), ao ser questionado sobre se tomaria a terceira dose da vacina contra a Covid-19. Segundo o ministro, ele fará “como Bolsonaro” e deve “ser o último” a se vacinar.

– Eu não estou como médico, eu sou ministro da Saúde. Então há uma situação que não é bem clara em relação ao meu caso específico. Então, prefiro esperar para tomar fora dos profissionais de saúde. […] Vou deixar os outros profissionais de saúde tomarem e fazer como o presidente Bolsonaro, vou ser o último – disse o ministro.

Segundo o calendário de imunização, maiores de 60 anos, profissionais da saúde e imunossuprimidos graves já podem tomar a dose de reforço da vacina, desde que tenham respeitado o intervalo entre as aplicações. Até o momento, quase nove milhões de brasileiros já receberam a dose adicional.

De acordo com os critérios do Ministério da Saúde, Marcelo Queiroga, que é cardiologista e tem 55 anos, já está apto a tomar a terceira dose por ser profissional de saúde.

Leia também1 Barroso dá 5 dias para o governo explicar a proibição de demissão de não vacinados
2 Biden ordena vacina obrigatória em empresas até janeiro
3 Demissão de não vacinados: Barroso irá relatar ação da Rede
4 “Bolsonaro fala muita coisa, mas não age como fala”, diz Mourão
5 Advogados conservadores lutam para barrar passaporte sanitário

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.