Leia também:
X Governo confirma casos de vaca louca em frigoríficos de MG e MT

Sérgio Camargo na CPAC: “Sou o terror da negrada vitimista”

Presidente da Palmares diz que a fundação era uma "senzala marxista"

Monique Mello - 04/09/2021 14h22 | atualizado em 04/09/2021 14h44

Sérgio Camargo participou do 1º dia da CPAC, em Brasília Reprodução/Youtube Terça Livre TV

Durante discurso na CPAC (Conferência de Ação Política Conservadora) nesta sexta-feira (3), Sérgio Camargo teceu duras críticas à Fundação Palmares, da qual é o atual presidente. De acordo com ele, a Palmares “tem no seu DNA o gene da vitimização, do rancor e do ressentimento” e que sua gestão gerou um “choque”.

– Passou 31 anos sob o comando de gestões da esquerda, que cometeram lá todo tipo de ilícito e desmandos, e agora com a minha chegada, há 1 ano e 8 meses, estão em estado de choque, estão realmente desnorteados. Eles nunca viram um negro que dissesse na cara deles que eles são o que são: imbecis raciais – disparou.

Camargo condenou quem busca se vitimizar por conta da cor da pele e se considera uma ‘pedra no sapato” para essas pessoas.

– Sou o terror dos afromimizentos, da negrada vitimista, dos pretos com coleira. Não tenho medo deles […] A Palmares era uma senzala marxista ou, se preferirem, uma senzala vitimista – disse em relação à gestão anterior à sua.

 

Leia também1 'Livramento', diz Camargo sobre quem ele 'perdeu' por Bolsonaro
2 Camargo questiona pedido de afastamento feito pelo MPT
3 Pastor é questionado sobre a cor de pele do filho e desabafa
4 Zambelli é intimada a depor pela PF no inquérito das Fake News
5 General Chagas 'alerta' sobre o dia 7 e compara Bolsonaro a Lula

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.