Senado recebe pedido de impeachment contra Gilmar

Jurista Modesto Carvalhosa foi o responsável pelo documento

Pleno.News - 14/03/2019 16h02

Gilmar Mendes é alvo de pedido de impeachment Foto: STF/Rosinei Coutinho

O jurista Modesto Carvalhosa entregou ao Senado Federal um pedido de impeachment contra o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Entre outros argumentos, Carvalhosa cita pelo menos 32 casos em que Gilmar quebrou o decoro.

Após entregar o documento, Carvalhosa se reuniu com os senadores Lasier Martins (Podemos-RS) e Álvaro Dias (Podemos-PR), além do deputado federal Luiz Flávio Gomes (PSB-SP).

– O impeachment de Gilmar Mendes é uma necessidade de redenção da honra do povo brasileiro. […] Está claro que a sociedade, por unanimidade, não admite a presença dessa figura no Supremo. Ele é o inimigo público número um do Brasil. Mancha profundamente as instituições brasileiras – disse Carvalhosa durante a conversa com os parlamentares.

Para sustentar o argumento de quebra de decoro, que configura crime de responsabilidade, o jurista exemplificou com casos que Gilmar julgou. Um deles foi o processo envolvendo a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Segundo Carvalhosa, Gilmar não poderia ter julgado estes casos porque a CBF doou R$ 50 mil para a campanha de seu irmão, Francisco Mendes, também conhecido como Chico Mendes, tradicional político do Mato Grosso.

 

LEIA TAMBÉM+ Usuários sobem hashtag para pedir impeachment de Gilmar
+ Gilmar Mendes arquiva inquérito contra Lindbergh
+ Lava Jato no Rio rebate acusações de Gilmar Mendes


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo