Leia também:
X Deputada pede investigação em gestão de Doria na pandemia

Seguro DPVAT não será cobrado em 2021, decide conselho

No entanto, indenizações continuarão sendo pagas normalmente

Gabriela Doria - 29/12/2020 21h36 | atualizado em 30/12/2020 11h31

Seguro DPVAT não será cobrado em 2021 Foto: Agência Brasília/Dênio Simões

O Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) definiu, nesta terça-feira (29), que o seguro obrigatório DPVAT não será cobrado em 2021. O DPVAT é um seguro pago por todos os proprietários de veículos automotores para cobrir despesas indenizatórias com vítimas de acidentes de trânsito.

De acordo com a Superintendência de Seguros Privados (Susep), o DPVAT ainda tem recursos suficientes em caixa para cobrir as despesas do ano que vem. O saldo positivo é resultado de valores pagos em anos anteriores e que não foram utilizados este ano.

Em 2020, o seguro DPVAT sofreu drástica redução de custos para o contribuinte. O valor da taxa para carros teve redução de 68%, caindo para R$ 5,23, e de 86% para motos, caindo para R$ 12,30.

O montante arrecadado com a taxa é dividido da seguinte forma:

  • 50% destinados ao pagamento das indenizações;
  • 45% para o Ministério da Saúde (pagamento do atendimento médico de vítimas);
  • 5% para programas de prevenção de acidentes.

Leia também1 Deputada pede investigação em gestão de Doria na pandemia
2 Governo prevê vacinação entre 20 de janeiro e 10 de fevereiro
3 STF também pediu reserva de sete mil doses da CoronaVac
4 Veja as 7 principais mudanças que ocorreram com a pandemia
5 STF: Rede quer obrigar governo a divulgar compra de vacinas

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.