Leia também:
X Polícia é acionada por ameaça de bomba na sede do STF

Secretário da Cultura teme pelo futuro: “Sou alvo da quadrilha”

O capitão da PM da Bahia ficou no cargo por três semanas e foi exonerado nesta sexta

Leiliane Lopes - 30/12/2022 15h42 | atualizado em 30/12/2022 16h04

Jair Bolsonaro e André Porciuncula Foto: Divulgação

O Secretário Especial da Cultura do governo Jair Bolsonaro, André Porciuncula, usou o Twitter, nesta sexta-feira (30), para expressar sua preocupação com o que acontecerá com ele no futuro.

– Para quem pergunta como será meu futuro, só posso dizer que não sei. Larguei meu emprego público, respondo a mais de 215 processos e sou um dos alvos prioritários da quadrilha – escreveu.

Porciuncula foi nomeado faltando três semanas para acabar o mandato. Antes disso, ele era capitão da Polícia Militar da Bahia. Sua exoneração foi publicada no Diário Oficial da União também nesta sexta.

Mesmo com a incerteza de seu futuro, ele diz que confia em Deus.

– O que sei é que tenho fé em Deus e não me arrependo de lutar por um país melhor – declarou.

Mais cedo, ele postou um agradecimento ao presidente Jair Bolsonaro e a Mário Frias pela oportunidade de ser o número 2 da pasta da Cultura.

Ele ainda elogiou os apoiadores de Bolsonaro pela força de defender o país.

– Que Deus nos abençoe, que Ele nos dê a força para este momento de tribulação e provação. Que todas as vítimas perseguidas por defenderem um país melhor possam encontrar alento na justiça divina. A história irá reconhecer vocês como heróis que são – completou.

Leia também1 União pode expulsar Alcolumbre por negociações com o PT
2 Senador petista Jean Paul Prates vai comandar a Petrobras
3 "O mundo não vai acabar em 1° de janeiro", diz Jair Bolsonaro
4 Papa emérito Bento XVI tem condição de saúde estável
5 Haddad anuncia presidentes da Caixa e Banco do Brasil

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.