Leia também:
X Professor é preso suspeito de abusar de 14 crianças em escola

Santa Catarina envia defensores públicos para presos em Brasília

A medida atenderá apenas aos 19 cidadãos catarinenses que foram detidos pela Polícia Federal

Leiliane Lopes - 11/01/2023 15h15 | atualizado em 11/01/2023 16h27

Imagens da manifestação em Brasília Foto: EFE/ Andre Borges

O governo do estado de Santa Catarina designou quatro defensores públicos para acompanharem a situação dos cidadãos catarinenses que foram detidos em Brasília (DF) por causa das manifestações do último domingo (8), quando as sedes dos Três Poderes foram invadidas e vandalizadas.

O objetivo da portaria número 004, de 10 de janeiro de 2023, assinada pela defensora pública-geral daquele estado, Dayana Luz, é prestar atendimento e orientar juridicamente os 19 catarinenses que foram detidos pela Polícia Federal. A determinação partiu do governador do estado, Jorginho Mello (PL).

– Determinei que a Secretaria de Articulação Nacional do Estado, em Brasília, acompanhe de perto a situação dos 19 catarinenses que se encontram detidos após os atos registrados no domingo, na Capital Federal. Estamos acompanhando e monitorando a situação para tentar garantir o direito de cada um ao processo legal a que todos temos direito. São catarinenses e por isso o estado está se fazendo presente. Há muito desencontro de informações – revelou o governador.

Mello disse ainda, pelas redes sociais, que está em contato com a Ordem dos Advogados do Brasil estadual (OAB-SC) e também com a Procuradoria-Geral do Estado, assim como com a ministra Rosa Weber, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) para acompanhar de perto o caso.

– Queremos que a Justiça seja cumprida, puna os culpados e absolva os inocentes – declarou Jorginho Mello.

Leia também1 Supremo forma maioria para manter afastamento de Ibaneis
2 PM diz que "não tem marginal" entre manifestantes e é afastado
3 Marco Aurélio afirma que errou redondamente ao elogiar Moraes
4 Abin notificou 48 órgãos do governo sobre risco de ataques
5 STM rejeita habeas corpus a detidos em acampamento no DF

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Canal
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.