Leia também:
X Prefeito do Rio prorroga medidas de isolamento até 10 de maio

Renan: ‘Quem não foi aliado do vírus não deve se preocupar’

Senador é relator da CPI da Covid

Pleno.News - 30/04/2021 08h30 | atualizado em 30/04/2021 09h16

Senador Renan Calheiros é relator da CPI da Covid Foto: Agência Senado/Jefferson Rudy

O relator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), disse na noite desta quinta-feira (29), que os militares não devem temer os trabalhos da comissão.

– Só devem ter preocupação os aliados do vírus. Quem não foi aliado do vírus não deve ter nenhuma preocupação – afirmou.

Mais cedo, em uma derrota da ala governista, a CPI aprovou a convocação de ex-ministros da Saúde do governo Jair Bolsonaro, entre eles o general Eduardo Pazuello e o atual chefe da pasta, Marcelo Queiroga. Todos devem ser ouvidos pelo colegiado na semana que vem. Os ex-ministros Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich e o presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, também foram convocados.

A fala de Renan foi uma resposta a uma pergunta a respeito da nota divulgada pelo Clube Militar, com críticas ao Supremo Tribunal Federal (STF), que determinou a abertura da comissão, e à composição do grupo, formado em sua maioria por críticos do governo.

Renan disse ainda que os ex-ministros foram convocados não como investigados, mas para testemunhar e colaborar com os trabalhos da CPI.

– Nós não vamos investigar os militares. Essa narrativa do governo está completamente errada, equivocada, e objetiva apenas uma propaganda. Ontem, deixei claro, e todos os membros da CPI também, que nós não vamos investigar instituições ou pessoas, mas sim conferir fatos. Esse é o papel da CPI – disse Renan, em entrevista coletiva.

O vice-presidente da CPI da Covid, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), disse acreditar na lealdade das Forças Armadas à democracia.

– Isso é irreversível no país desde a redemocratização. Não tem nenhum interesse, e não terá. Não está sob análise ou investigação o Exército brasileiro ou as instituições militares. Estão sob investigação aqueles que foram responsáveis por ações e omissões que nos levaram à tragédia de ser o segundo país do planeta com o maior número de mortes – acrescentou.

*Estadão

Leia também1 CPI: Renan apresenta plano com foco na gestão Bolsonaro
2 CPI quer informação de passeios de Bolsonaro na pandemia
3 CPI: Lewandowski nega ação e mantém Renan como relator
4 Presença de Wajngarten na CPI é “imprescindível”, afirma Aziz
5 Presidente da CPI da Pandemia nega funcionamento presencial

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.