Leia também:
X OAB vai ao STF para suspender a PEC dos Precatórios

Renan defende nova CPI porque Bolsonaro “voltou a delinquir”

Senador defendeu que o presidente seja investigado novamente

Gabriela Doria - 13/01/2022 22h21 | atualizado em 14/01/2022 09h34

Senador Renan Calheiros defendeu nova CPI contra o governo federal Foto: EFE/Fernando Bizerra Jr.

O senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI da Covid-19, defendeu a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar as ações do governo federal durante a pandemia. O parlamentar afirmou que, desde o fim do primeiro colegiado, o presidente Jair Bolsonaro (PL) “voltou a delinquir” e, por isso, precisa ser investigado novamente.

– Cada dia fica mais evidente a urgência de nova investigação sobre a cadeia de episódios suspeitos dos últimos dois meses. Desde o fim de outubro, Bolsonaro perdeu o medo de atacar a vacina, sentiu-se livre e voltou a delinquir. Ele só entende uma linguagem: CPI. É hora de agir – disse o senador em uma rede social.

Entre os motivos para uma nova comissão, senadores da cúpula da CPI da Covid citam o apagão de dados sofridos pelo Ministério da Saúde, cujo banco de informações, incluindo o aplicativo ConectSUS, ficaram foram do ar por semanas, sem que a origem do problema fosse esclarecida.

Leia também1 OAB vai ao STF para suspender a PEC dos Precatórios
2 'Se Bolsonaro tivesse combatido a pandemia, ninguém tiraria a eleição dele', diz Temer
3 Bolsonaro confirma que Tarcísio irá disputar o governo de SP
4 Advogados repudiam esforço de Randolfe em censurar Bolsonaro
5 Hang acusa Twitter de 'censura' e garante que 'seguirá lutando'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.