Leia também:
X Bolsonaro critica Doria durante jantar: ‘É um vagabundo, c******’

Queiroga manda cientista de Biden não se meter: ‘Do Brasil, cuido eu’

Epidemiologista Anthony Fauci sugeriu lockdown no Brasil

Pleno.News - 08/04/2021 22h09 | atualizado em 09/04/2021 09h53

Ministro da Saúde Marcelo Queiroga e o epidemiologista Anthony Fauci Arte: Pleno.News

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, esteve no Rio Grande do Sul nesta quinta-feira (8), onde se disse “vacinado contra intrigas”. Queiroga, que visitou o Grupo Hospitalar Conceição, em Porto Alegre, elogiou a diplomacia brasileira em busca de vacinas e negou que o Brasil seja uma ameaça internacional por causa do coronavírus. O novo titular da pasta ainda disse ser favorável à aprovação pelo Congresso de aval para a compra de imunizantes pela iniciativa privada.

Após a visita, em entrevista coletiva, o ministro afirmou ser favorável à aprovação, pelo Congresso, da compra de vacinas da iniciativa privada.

– Uma vez que existe lei, precisa cumprir. Não vou me manifestar sobre decisões do Congresso Nacional. Lei é para ser cumprida. E, se houver apoio da iniciativa privada, melhor – disse Queiroga.

A Câmara aprovou nesta semana projeto de lei que permite a empresas comprar imunizantes que não tenham registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mas tenham aval de autoridades internacionais.

– Não é o momento de ficar “ah, porque o privado vai furar a fila”, é preciso parar com isso, vamos nos unir – declarou Queiroga.

Ele também rechaçou o título de “ameaça mundial” que o Brasil vem recebendo devido à sua dificuldade em lidar com a pandemia.

– Ele [Anthony Fauci, cientista norte-americano] deve cuidar dos Estados Unidos. Do Brasil, cuido eu – rebateu Queiroga.

*Estadão

Leia também1 Vacinados contra a Covid-19 no Brasil chegam a 22,1 milhões
2 Cirurgias veterinárias podem ser suspensas para poupar insumos
3 Bolsonaro agradece 'empenho de todos envolvidos na vacinação'
4 Barroso 'manda' presidente do Senado instaurar a CPI da Covid
5 Por 9 a 2, STF dá aval para que prefeitos e governadores proíbam cultos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.