Leia também:
X Eduardo: “Feminismo cresce por causa de homem frouxo”

Queiroga alerta que o país não atingiu pico da Ômicron

Nova cepa do coronavírus está no Brasil há cerca de dois meses

Monique Mello - 06/02/2022 12h44 | atualizado em 07/02/2022 12h22

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga Foto: Myke Sena/Ministério da Saúde

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que o Brasil ainda não chegou ao pico da nova onda da Covid-19 causada pela variante Ômicron.

No Brasil, há cerca de dois meses, a nova cepa registrou, no fim de janeiro, 300 mil casos diários de infecções pelo coronavírus.

– Analisando a última semana epidemiológica do país, tivemos aumento de casos causados pela Covid-19 e ainda não chegamos ao pico da onda causada pela Ômicron. O enfrentamento contra a doença continua – avaliou Queiroga nesse sábado (5) em seu perfil no Twitter.

Ainda segundo o ministro da Saúde, a pasta monitora a pressão sobre o sistema de saúde e a ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

– Há espaço para abertura de novos leitos e estamos apoiando os estados sempre que necessário. A atenção primária também tem sido reforçada – ressaltou.

Leia também1 Queiroga: Quero ser o ministro que acabou com a pandemia
2 Procura por vacinação infantil contra a Covid está em baixa
3 Covid: Governo confirma 5 casos da BA.2, subtipo da Ômicron
4 'Percebem que não terá fim?', diz Janaina de subtipo da Ômicron
5 Anvisa revoga autorização de uma das terapias contra Covid

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.