Leia também:
X Matteo Salvini pede desculpas a Jair Bolsonaro por protestos

PT indicou 7 dos 10 ministros do STF e 26 dos 31 do STJ

Partido teve quase 15 anos de nomeações consecutivas para o Judiciário

Gabriela Doria - 02/11/2021 15h08 | atualizado em 03/11/2021 12h04

Ex-presidentes Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva Foto: Divulgação/PT/Ricardo Stuckert

A permanência do Partido dos Trabalhadores à frente do governo federal por quase 15 anos criou um verdadeiro “exército” de indicados às instâncias superiores do Poder Judiciário. Para se ter uma ideia, dos atuais dez ministros em atividade no Supremo Tribunal Federal (STF), sete foram indicados pelo presidentes do PT, são eles:

LULA
– Ricardo Lewandowski;
– Cármen Lúcia;
– Dias Toffoli.

DILMA ROUSSEFF
– Luiz Fux;
– Rosa Weber;
– Luís Roberto Barroso;
– Luiz Edson Fachin.

Apenas Gilmar Mendes, Alexandre de Moraes e Kassio Nunes Marques foram escolhidos, respectivamente, pelos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso, Michel Temer e Jair Bolsonaro.

A vaga do 11º ministro segue em aberto após a saída do ex-ministro Marco Aurélio, indicado pelo ex-presidente Fernando Collor de Mello, seu primo.

O ex-advogado-geral da União André Mendonça, escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro para a vaga, aguarda o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), marcar sua sabatina.

A influência do PT não se limita à Suprema Corte. O Superior Tribunal de Justiça (STJ), que tem o poder de hegemonizar a interpretação das leis em todo o país, também está repleto de indicados da legenda. Dos 31 juízes em atividade nesta instância, 26 foram nomeados pelo PT: 11 por Lula e 15 pelas mãos de Dilma. Outros cinco foram indicados pelo tucano Fernando Henrique Cardoso, e duas vagas estão em aberto, após as aposentadorias dos ministros Napoleão Nunes Maia Filho e Nefi Cordeiro. Estas duas últimas são da responsabilidade de Bolsonaro a indicação.

LULA
– Humberto Martins;
– Maria Thereza de Assis Moura;
– Herman Benjamin;
– Jorge Mussi;
– Og Fernandes;
– Luis Felipe Salomão;
– Mauro Campbell Marques;
– Benedito Gonçalves;
– Raul Araújo;
– Paulo de Tarso Sanseverino;
– Isabel Gallotti (Lula).

DILMA ROUSSEFF
– Antonio Carlos Ferreira;
– Villas Bôas Cueva;
– Sebastião Reis Júnior;
– Mauro Buzzi;
– Marco Aurélio Bellizze;
– Assusete Magalhães;
– Sérgio Kukina;
– Moura Ribeiro;
– Regina Helena Costa;
– Rogerio Schietti Cruz;
– Gurgel de Faria;
– Reynaldo Soares da Fonseca;
– Ribeiro Dantas;
– Antonio Saldanha Palheiro;
– Joel Ilan Paciornik.

FERNANDO HENRIQUE CARDOSO
– Felix Fischer;
– Francisco Falcão;
– Nancy Andrighi;
– Laurita Vaz;
– João Otávio de Noronha.

Leia também1 Ciro critica Brasil por COP26, e Salles dispara: "Vai estudar"
2 Bolsonaro: "Mais importante que a vida, é a nossa liberdade"
3 STF mantém proibido o bloqueio de estradas por caminhoneiros
4 Sergio Moro divulga convite de sua filiação ao Podemos
5 Ator Wagner Moura chama governo Bolsonaro de 'terrorista'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.