Leia também:
X Urnas: Moraes dá 24 horas para PL apresentar relatório completo

PT barra indicações de Bolsonaro para duas embaixadas

Embaixadas na Itália e Argentina são consideradas "estratégicas"

Monique Mello - 22/11/2022 18h11 | atualizado em 22/11/2022 18h33

Luiz Inácio Lula da Silva Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Partido dos Trabalhadores articulou um acordo para que o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) indique os nomes para assumir as embaixadas do Brasil na Itália e na Argentina. Com isso as indicações do atual presidente Jair Bolsonaro (PL) para as referidas embaixadas foram barradas.

De acordo com o site Poder360, o acordo foi feito entre presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), o chanceler Carlos França, além de interlocutores de Lula e do presidente da CRE (Comissão de Relações Exteriores), Esperidião Amin (PP-SC).

Os cargos são considerados estratégicos, e a alegação para o acordo foi o fato de “não fazer sentido” os indicados aprovados serem de Bolsonaro, uma vez que a troca de governo está iminente e os diplomatas podem ser substituídos pouco tempo depois.

Jair Bolsonaro indicou o atual embaixador brasileiro na Itália, Hélio Vitor Ramos Filho, para chefiar a missão diplomática na Argentina, em julho. Já em agosto, o chefe do Executivo indicou Fernando Simas Magalhães para assumir a embaixada em Roma.

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.