Leia também:
X Pedófilo que se dizia da igreja é condenado por estupro

Professor pró-Bolsonaro denuncia ataques de alunos

Docente teve sala depredada e cartaz com ofensas circulando por universidade

Gabriela Doria - 27/03/2019 11h46 | atualizado em 27/03/2019 11h51

Cartaz com ofensas ao professor Foto: Reprodução

Professores da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), no Recife, denunciam que estão sofrendo perseguição por parte de alunos de esquerda. Defensores das ideias propagadas pela direita e pelo presidente Jair Bolsonaro, os docentes contam que se tornaram alvos de piadas pelos corredores da instituição.

O professor de filosofia Rodrigo Jungmann, apelidado de Pinguim, em referência ao vilão do filme O Batman, tem um cartaz com o seu rosto circulando pelos corredores da UFPE.

– A comunidade acadêmica não pode permitir que um infiltrado da direita no corpo docente fique fazendo campanha pela destruição das universidades. Fora Bolsonaro e todos os golpistas! Fora Pinguim da Privataria – diz um cartaz assinado pelo “Comitê de Luta Contra o Golpe da UFPE”.

Sala protegida por grades após depredação Foto: Reprodução

Em 2016, Jungmann também teve sua sala vandalizada. As paredes forma pichadas com a frase “burguês de m…” e “Stalin matou pouco”. Desde então seu escritório ganhou grades de proteção na porta.

A Polícia Federal abriu um inquérito para apurar os incidentes, mas até o momento não houve conclusões.

Leia também1 Professor é afastado após usar charge de Trump e Bolsonaro
2 Estudantes retornam às atividades na escola de Suzano
3 Em Dubai, queniano é eleito o melhor professor do mundo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.