Leia também:
X Em discurso na Bahia, Malafaia detona a “CPI da safadeza”

Por enquanto, Queiroga descarta vacina CoronaVac para 3ª dose

Ministro alegou que o imunizante ainda não tem registro definitivo da Anvisa

Gabriela Doria - 03/09/2021 15h07 | atualizado em 03/09/2021 15h44

Marcelo Queiroga descartou 3ª dose com vacinas que não tenham registro definitivo Foto: PR/Marcos Corrêa

O ministro da Saúde Marcelo Queiroga descartou utilizar a vacina chinesa CoronaVac para a 3ª dose, enquanto o imunizante não estiver com o registro definitivo concedido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Até o momento, a vacina foi autorizada em caráter emergencial.

– É necessário que haja a aprovação dos imunizantes para aplicação nestes grupos específicos. Não podemos colocar qualquer imunizante. Só tem um deles com aprovação [definitiva] da Anvisa. E, se não tiver a aprovação da Anvisa, nós não vamos aplicar através do PNI. Vou deixar bem claro: aprovação da Anvisa. Vamos avançar com a dose de reforço nesses grupos e, se as pesquisas apontarem para necessidade desse reforço no restante da população brasileira, faremos isso até o final do ano – disse.

Ainda de acordo com Queiroga, a decisão se estende não só à CoronaVac, mas a todos os imunizantes que ainda não tenham recebido autorização permanente da Anvisa.

– Não só CoronaVac, mas qualquer uma das vacinas que não tenham o registro da Anvisa não serão utilizadas por uma questão de segurança da população – explicou.

Atualmente, a vacina da Pfizer é a única que tem aprovação definitiva da Anvisa. Queiroga indicou que, por esta razão, é a única, até o momento, que poderia ser dada como dose de reforço.

– O nosso PNI é respeitado mundialmente. A escolha da Pfizer não foi feita pelo ministro, foi feita pelo grupo técnico [do Ministério da Saúde] – disse.

Ainda em agosto, a Anvisa negou a aplicação da CoronaVac em crianças e adolescentes por falta de dados sobre a segurança e a eficácia neste grupo.

Leia também1 Governo federal libera R$ 1,1 bilhão para Saúde dos estados
2 Em live, presidente Jair Bolsonaro ironiza a CoronaVac
3 Queiroga nega boatos: "Eu não pedi demissão, nem vou pedir"
4 OMS monitora variante Mu, que pode ser resistente a vacinas
5 Globo demitirá funcionários que recusarem vacina contra Covid

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.