Leia também:
X Presidente Bolsonaro visita o RS e é condecorado com medalha

Zé Trovão: “O início de uma nova era se instaura no Brasil”

Caminhoneiro elogiou as atitudes do presidente, e pediu desculpas se usou "palavras muito duras"

Thamirys Andrade - 11/09/2021 13h15 | atualizado em 11/09/2021 13h20

Zé Trovão: "O início de uma nova era se instaura no Brasil"
Zé Trovão segue foragido no México Foto: Reprodução / Telegram

Um dia após o fim das paralisações nacionais, o caminhoneiro Zé Trovão publicou um vídeo em que aparece elogiando as recentes atitudes do presidente Jair Bolsonaro. O ativista declarou que “o início de uma nova era se instaura no Brasil”, e conclamou os apoiadores do chefe do Executivo a confiarem nas orientações dele.

– O início de uma nova era se instaura no Brasil. Ontem o nosso presidente da República tomou a primeira atitude com relação aos novos parâmetros que o Brasil tem que tomar – assinalou, referindo-se à ação do presidente no STF para que os governos estudais coloquem uma base para o ICMS.

Para o caminhoneiro, são “pequenas atitudes” como essa que levarão o Brasil a uma mudança “grandiosa”.

– É possível mudar o Brasil? Sim, é muito possível. E como é possível mudar o Brasil? Com essas pequenas atitudes que já estão sendo tomadas pelo nosso presidente, conduzindo a nossa nação de uma maneira muito grandiosa. Então, para você que ainda se sente um pouco chateado ou para você que ainda não conseguiu entender, eu só te peço: siga as orientações que o chefe desta nação está fazendo – acrescentou.

“ATAQUES” E PEDIDO DE “DESCULPAS”
Zé Trovão queixou-se, ainda, das críticas que vem recebendo por parte de apoiadores do chefe do Planalto, mas alegou que não se sente incomodado por elas.

– Eu estou sofrendo diversos ataques nas redes sociais de pessoas que se dizem de direita, de pessoas que se dizem patriotas, e isso não me incomoda. Eu não vivo disso, eu não me preocupo com isso. O que me importa é o pensamento de cada brasileiro que sabe que eu estou aqui e continuarei lutando pelo nosso país de uma maneira democrática.

Ele também expressou um pedido de “perdão”, caso tenha passado a ideia de que sua intenção era provocar um “desequilíbrio no país”.

– Se em algum momento, uma de minhas palavras foi muito dura, que trouxe uma impressão errada, eu peço perdão. Porque nós jamais pensamos, em nenhum momento, em criar um desequilíbrio sobre o nosso país. Tudo o que nós queríamos era totalmente o contrário. Era colocar um equilíbrio sobre os poderes. E eu acredito que isso vai acontecer. Nós estamos no caminho certo e vamos vencer – afirmou.

Zé Trovão segue foragido no México, após ter mandado de prisão expedido pelo ministro Alexandre de Moraes na última sexta-feira (3), no âmbito do inquérito dos atos antidemocráticos.

Leia também1 STF: Fachin não aceita pedido para impedir prisão de Zé Trovão
2 Aposta de Bolsonaro, Tarcísio admite disputar as eleições
3 Presidente Bolsonaro visita o RS e é condecorado com medalha
4 Moraes tem reunião de quatro horas com ministro da Justiça
5 Fachin concede semiaberto a Geddel, ex-ministro de Temer

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.