Leia também:
X Após receber pressão, OAB anula 3 questões do Exame da Ordem

Witzel na CPI: Bolsonaro aplicou retaliações ao governo do RJ

Ex-governador também citou o caso Marielle para atacar o presidente

Pleno.News - 16/06/2021 13h09 | atualizado em 16/06/2021 14h33

Wilson Witzel chegou de manhã para prestar depoimento à CPI
Wilson Witzel chegou durante a manhã para prestar depoimento à CPI Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Em depoimento à CPI da Covid, o governador cassado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, disse ter sido alvo de retaliações por parte do governo federal, em razão de críticas que dirigiu ao presidente Jair Bolsonaro e à sua administração.

– Governo e o presidente começaram a me retaliar. Tínhamos dificuldade de falar com ministros para sermos atendidos. Vi [Paulo] Guedes em avião, e ele virou a cara e saiu correndo dizendo “não posso falar com você” – relatou o ex-governador, que afirmou ter havido contingenciamento de verbas durante processo de impeachment no Rio.

Witzel citou ainda um outro episódio, com ex-ministro da Justiça Sergio Moro no qual este teria lhe passado um “recado” de Bolsonaro. Segundo o relato do ex-governador, Moro, a pedido do chefe do Executivo federal, teria dito a ele para “parar de falar que quer ser presidente”; ao que Witzel teria respondido: “Papel de menino de recado! Não se espera [isso] de você, que, como eu, é magistrado de carreira”. Também segundo o governador cassado, Moro o informou que a reunião entre os dois não poderia se tornar pública.

– Há indícios de intervenção no RJ no caso Marielle e atos de perseguição contra mim – disse o ex-governador, a quem Bolsonaro teria chamado de “estrume, ditador e leviano”.

O depoimento do governador foi criticado nas redes sociais pelo membro governista da CPI, senador Jorginho Mello, que questionou: “O depoente Witzel veio à CPI pra responder os questionamentos ou fazer discurso barato pra ver se limpa a sua barra e joga a culpa da sua gestão vexaminosa no colo do governo federal? Francamente! Ainda temos que ouvir que ele e Lula são vítimas de ‘pau de arara moderno’?”

*Estadão

Leia também1 Witzel: "Único responsável pelas mortes tem nome e endereço"
2 Eduardo Girão compara CPI à "Escolinha do Prof. Raimundo"
3 CPI aprova quebra de sigilo fiscal e telefônico de Carlos Wizard
4 Diplomáticos, Biden e Putin se cumprimentam em Genebra
5 Bolsonaro: 'Quase tudo que é público é levado à corrupção'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.