Leia também:
X Augusto Heleno agradece apoio de militares por nota

Weintraub diz que não atacou instituições durante reunião

Ministro fez publicação no Twitter se defendendo de acusações feitas contra ele

Paulo Moura - 24/05/2020 15h21 | atualizado em 24/05/2020 15h22

Ministro da Educação, Abraham Weintraub Foto: MEC/Gabriel Jabur

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, afirmou neste domingo (24) que as declarações feitas por ele na reunião ministerial do último dia 22 de abril, cujo vídeo foi revelado na última sexta-feira (22), não foram de ataque a qualquer lei, instituições ou integrantes delas.

Em uma postagem no Twitter, o ministro afirmou que houve uma tentativa de deturpar a fala proferida por ele. Além disso, ele ressaltou que a atitude foi apenas um momento de indignação dele como cidadão.

– Tentam deturpar minha fala para desestabilizar a Nação. Não ataquei leis, instituições ou a honra de seus ocupantes. Manifestei minha indignação, liberdade democrática, em ambiente fechado, sobre indivíduos. Alguns, não todos, são responsáveis pelo nosso sofrimento, nós cidadãos – escreveu.

A declaração citada por Weintraub foi uma manifestação feita durante a reunião ministerial em que o ministro afirmou que, se dependesse dele, colocaria “esses vagabundos todos na cadeia”, e disse que começaria pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

– Eu, por mim, colocava esses vagabundos todos na cadeia, começando no STF – afirmou, na época.

Leia também1 Bolsonaro cita Lei de Abuso de Autoridade em "recado" ao STF
2 Ato em favor de Bolsonaro enche as avenidas de Brasília
3 Abraham Weintraub processa Felipe Neto e pede indenização
4 Vera Magalhães é detonada ao sugerir que China peça vídeo
5 Pres. da Caixa diz que "matava ou morria" se filha fosse presa

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.