Leia também:
X Bolsonaro anda de moto e fala com apoiadores em Guarujá

Web se une em protesto e sobe a campanha #MaiaNaCadeia

Medida ocorre após a PGR reabrir inquéritos contra o presidente da Câmara dos Deputados

Henrique Gimenes - 31/10/2020 22h00 | atualizado em 31/10/2020 22h03

Neste sábado (31), usuários de redes sociais se uniram em mais um protesto contra o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ). No twitter, críticos do parlamentar levantaram a #MaiaNaCadeia e levaram a tag a ser um dos assuntos mais comentados na rede social.

As manifestações ocorrem após a notícia de que a Procuradoria-Geral da República (PGR) unificou e reabriu duas investigações de supostos pagamentos da empreiteira OAS a Maia. A medida teve o aval do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Nas publicações, usuários criticam Maia e pedem que ele seja preso.

Leia também1 Com aval de Fachin, PGR reabre inquéritos contra Maia
2 Maia diz que Salles é irrelevante e está 'perdido no Ministério'
3 Deputado: Maia 'foi infeliz' em declarações contra o governo
4 Salles pede a Abin que investigue invasão de sua conta do Twitter
5 Salles nega ter chamado Maia de “Nhonho” e sai do Twitter

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.