Leia também:
X Presidente do Podemos diz que Moro concorrerá à Presidência

Vox Populi, que já recebeu propina, dá vitória a Lula em 22

Antonio Palocci já havia revelado o esquema em delação premiada

Monique Mello - 12/11/2021 12h28 | atualizado em 12/11/2021 13h08

Lula e Antonio Palocci Foto: EFE/ANA NASCIMENTO

O instituto Vox Populi divulgou uma pesquisa eleitoral nesta quinta-feira (11), na qual o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) aparece com uma larga vantagem sobre o presidente Jair Bolsonaro.

No levantamento encomendado pelo Partido dos Trabalhadores, o petista está entre 44% e 45% das intenções de voto, enquanto Bolsonaro detém 21%. Na terceira posição, aparece Ciro Gomes (PDT) entre 4% e 5%.

O resultado da pesquisa foi compartilhado à exaustão por esquerdistas e progressista nas redes sociais.

Em contrapartida, internautas relembraram uma matéria da revista Exame de 2019, na qual o ex-ministro Antonio Palocci revela, em acordo de delação premiada, que um acerto de propinas com a empreiteira Andrade Gutierrez, que bancou pesquisas eleitorais para o PT em 2010. Tais pesquisas eram feitas justamente pelo instituto Vox Populi.

De acordo com Palocci, o objetivo não era fraudar as pesquisas, mas ocultar recursos de corrupção em serviços que eram de interesse da campanha do PT. Pesquisas que não eram favoráveis ao PT eram mantidas sigilosas, ao passo que pesquisas favoráveis eram amplamente divulgadas ao público. Os contratos entre a empreiteira e o instituto chegaram a um valor de R$ 11 milhões.

Otávio Azevedo, ex-presidente da Andrade Gutierrez, confirmou os pagamentos ao Vox Populi. Ele chegou a ser preso e, depois, virou delator na Lava Jato.

Leia também1 Ex-presidente Lula inicia sua 'excursão' pela Europa na quinta
2 Homem joga moedas para Moro e o chama de “traidor” e "Judas"
3 Guilherme Boulos é muito "bem recebido" em Rio Claro: "Seu comuna!"
4 PT celebra vitória de Daniel Ortega, ditador da Nicarágua
5 Bolsonaro: “Se tirar o Centrão, tem a esquerda, para onde vou?”

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.