Leia também:
X Camargo chama Wagner Moura de ‘hipócrita da Califórnia’

Villa denuncia “crime” de Bolsonaro em trocar café por Coca-Cola na Itália

Em vídeo, colunista do Uol critica atitude do presidente

Monique Mello - 02/11/2021 20h13 | atualizado em 03/11/2021 10h49

Marco Antonio Villa Foto: Reprodução/Vídeo do Twitter

O professor e historiador Marco Antonio Villa revelou um novo crime do presidente Jair Bolsonaro, de quem é crítico ferrenho: preferir Coca-Cola a café.

Villa, que também é colunista do UOL, repercutiu a fala de um jornalista da emissora italiana Rai, também reproduzida pela Folha de S.Paulo, em crítica à passagem de Bolsonaro por uma loja de embutidos nas ruas de Roma.

– Ele vai entrar para a história como o único presidente brasileiro que veio à Roma e recusou um café, logo este produto que representa uma conexão entre os dois países – disse o apresentador do telejornal.

Ao opinar sobre o episódio, Villa chamou Bolsonaro de “criminoso” e apontou como um “cúmulo” a atitude do presidente.

– Ele chegou ao cúmulo, esse homem, esse criminoso, de entrar lá, onde vende salame […] Ele se recusou a tomar café e foi tomar Coca-Cola – disse em vídeo, em meio a gargalhadas.

Leia também1 Em enquete sobre Bolsonaro na Itália, Noblat "paga mico" na web
2 Bolsonaro é alvo de protestos na Itália por adeptos ao “Lula livre”
3 Casagrande culpa Bolsonaro por vandalismo na Arena do Grêmio
4 Bolsonaro: "Mais importante que a vida, é a nossa liberdade"
5 Ator Wagner Moura chama governo Bolsonaro de 'terrorista'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.