CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Bolsonaro nega crise com PSL: “É briga de marido e mulher”

Viagem de Temer à Inglaterra é autorizada pelo TRF-2

Ex-presidente foi convidado para dar palestras no exterior

Ana Luiza Menezes - 09/10/2019 19h15 | atualizado em 09/10/2019 21h50

Ex-presidente Michel Temer Foto: PR/Cesar Itiberê

Nesta quarta-feira (9), o Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) decidiu que o ex-presidente Michel Temer poderá ir para a Inglaterra. Ele estará fora do Brasil entre os dias 13 e 18 de outubro.

Temer dará palestras da Oxford Union. Na decisão desta quarta, os desembargadores concordaram em manter a liminar concedida pelo relator Ivan Athié, que ao autorizar a viagem derrubou a decisão do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.

O Ministério Público Federal (MPF) do Rio tinha solicitado a cassação da liminar de liberação, mas os desembargadores Ivan Athié e Paulo Espírito Santo votaram a favor do habeas corpus que favorece a viagem. O desembargador Abel Gomes votou contra.

Nesse ano, o ex-presidente chegou a ser preso dua vezes pela Operação Lava Jato. Ele é acusado de corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro. A liberação para que pudesse viajar se deve ao fato de ter tido que entregar seu passaporte à Justiça, tendo sido proibido de deixar o país, após ter sido solto por ordem do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Leia também1 Bolsonaro nega crise com PSL: "É briga de marido e mulher"
2 Assessoria diz que Ronaldo Caiado não sofreu infarto
3 'Trocar de partido é só trocar de problema', avalia Janaina

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo